Casal flagrado em Rodovia de Botucatu transportando macacos para venda em São Paulo é autuado por manter animais em cativeiro

Um casal de Birigui, que foi flagrado pela Polícia Rodoviária de Botucatu transportando de forma ilegal macacos para tráfico de animais, foi atuado e multado após policiais encontrarem em sua residência dois macacos-pregos mantidos em cativeiro.

Ao serem resgatados, os animais estavam em uma gaiola pequena, sem água nem comida, e bastante agitados, aparentado terem sido capturados recentemente. Eles foram levados para o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres, da Unesp de Araçatuba, que é administrado pela Associação Mata Ciliar.

Os macacos receberam cuidados médicos-veterinários e, após exames e quarentena, foram considerados aptos para a soltura em habitat natural nesta terça-feira, 05.

De acordo com a Polícia, os animais foram comprados pelo barbeiro, de 24 anos, e sua esposa, uma cabeleireira, de 30 anos, pela internet. O casal iria revender em São Paulo.

Além do registro de flagrante do transporte em Botucatu, a Polícia apurou também a existência de outros três boletins de ocorrências anteriores, em que o casal já havia sido surpreendido transportando macacos em São José do Rio Preto, Bauru, e Birigui, sempre levando os animais para venda em São Paulo.

Diante da situação, foram feitos quatro Autos de Infrações Ambientais, sendo dois “Por manter em cativeiro animais silvestres, sem autorização ambiental competente”, e outros dois “Por Praticar Atos de Maus tratos a animais silvestres”, totalizando R$ 14 mil. O homem não foi localizado e a mulher foi liberada após ser ouvida. Os dois vão responder processo por crime ambiental.

Últimas

São Paulo vence o RB Bragantino e encerra sequência sem vitórias no Brasileirão

14/08/2022

Embalado pela classificação na Copa Sul-Americana, o São Paulo voltou a vencer no Campeonato Brasileiro depois de seis rodadas. Na...

Categorias