Para o secretário de Governo, deputado Fernando Cury e prefeito João Cury apresentam posição contrária aos pedágios

O deputado estadual Fernando Cury (PPS), acompanhado do prefeito de Botucatu, João Cury (PSDB), esteve nesta terça-feira, 8, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, reunido com o secretário de Governo, Saulo de Castro Abreu Filho, com o secretário adjunto, Moacir Rossetti, e com a subsecretária de Parcerias e Inovação, Karla Bertocco Trindade (ex-presidente da ARTESP – Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transportes do Estado).

Nesta importante reunião, eles conheceram os detalhes do Plano de Concessão de Rodovias do Estado e buscaram informações técnicas das possíveis futuras instalações de praças de pedágio em Botucatu e Região. “Apresentamos nossa posição contrária à essas praças, diante desse cenário de crise econômica em que vivemos, essas novas tarifas poderão refletir em demissões de trabalhadores, já que as empresas também serão afetadas com mais essa despesa”, apontou o deputado Fernando Cury.

O deputado estadual destaca que se as praças de pedágio forem instaladas, eles solicitarão melhorias para a região. “Estamos conscientes que mesmo com toda essa nossa luta a instalação pode ocorrer e o importante é que possamos reivindicar melhorias e obras, investimentos que serão importantes para Botucatu e Região, como por exemplo, a conservação e manutenção da Rodovia Alcides Soares – ligação entre Botucatu / Rio Bonito / Vitoriana”, avisou.

Fernando Cury e João Cury solicitaram e estão aguardando a confirmação da data – que deve ser até o final deste mês – para uma reunião na ARTESP. “Iremos colher mais informações para participar da Audiência Pública na Câmara Municipal de Botucatu, por solicitação do vereador Izaias Colino (PSDB), onde poderemos discutir com a nossa população o que o Estado se propõe a fazer e decidir o que queremos”, disse o deputado estadual, que completou. “Assim, juntos, poderemos buscar uma solução que não penalize a população e que atenda o desenvolvimento econômico da nossa região e melhore a segurança das nossas rodovias”.

Aproveitando o encontro com o secretário Saulo, deputado e prefeito pediram o apoio do Governo para atuar junto à Concessionária Rodovias do Tietê, em relação à Serra de Botucatu, na Rodovia Marechal Rondon, que está interditada desde janeiro, causando diversos transtornos para população da Região.

Nesta quarta-feira, 9, às 10 horas, o deputado estadual Fernando Cury e o prefeito de Botucatu, João Cury, estarão reunidos com o presidente da Rodovias do Tietê, Emerson Bittar, para discutir essa situação.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Scroll Up