O mistério das 10 cidades escondidas sob a profundidade das água por séculos!

Todo mundo já ouviu falar da fictícia Atlântida desde que era criança, e muitos já se intrigaram com sua existência.

É possível que nunca saibamos se a cidade perdida existiu ou não, mas existem muitas outras cidades e civilizações que se perderam sob as águas.

Veja aqui dez delas:  

Tyno Helig, Reino Unido

A história de Tyno é mais estranha do que qualquer ficção, sendo que parte dela pode até ser considerada uma lenda. A popular história narra que a filha de um lorde se apaixonou por um homem comum. Para se casar com a mulher que amava, o plebeu esfaqueou um nobre e roubou um colar de ouro que ele usava, aproveitando-se disso para apresentar o espólio aos seus senhores como um prêmio recebido em uma luta justa. Na noite de núpcias, o fantasma do homem apareceu e amaldiçoou o casal. Gerações mais tarde, o castelo foi gradualmente engolido pelas ondas. Ainda hoje, alguns afirmam ter visto o topo do castelo na maré baixa.

Dunwich, Inglaterra

Dunwich já foi uma cidade tão grande quanto Londres, repleta de cristãos que zarpavam de lá para as Cruzadas. Hoje, o local foi reduzido a uma pequena aldeia, com uma população inferior a 100 habitantes. Depois de passar por tempestades e uma séria erosão, no século XV, Dunwich, com suas casas, igrejas e catedrais, acabou ruindo e sucumbindo sob as águas.

Willow Grove, EUA

Willow Grove já foi uma cidade próspera, com escolas, igrejas e supermercados. Infelizmente, depois da Guerra Mundial, quando a maioria dos homens morreu na fronteira, o governo decidiu construir barragens no pitoresco local, e a ideia de construir diques em torno da cidade não foi muito boa. Logo em seguida, a cidade foi atingida por inundações e sucumbiu sob as águas turvas do Dale Hollow Lake.

Canudos, Brazil

A pequena cidade brasileira possui uma rica história. Antônio Conselheiro era um pregador que incentivou os escravos e agricultores mais pobres a se revoltarem contra seus governantes. No final desta luta, apenas dois adultos, um idoso e uma criança obtiveram algum sucesso. 10 anos depois, foi construída uma barragem para os tempos de seca, mas durante a década de 1970, a cidade foi inundada, acabando no fundo de um lago artificial.

Ruínas pré-incas do Lago Titicaca, Bolívia

O misterioso lago é considerado um local sagrado para os moradores das proximidades. Escondidos sob as águas do lago, há templos, estradas e construções de mais de 1500 anos de idade. A cidade, segundo as lendas Incas, foi construída para se tornar um depósito de tesouros roubados dos reis espanhóis. Embora esses tesouros não pudessem ser localizados, mergulhadores conseguiram recuperar estátuas de pedra, ossos, alguns fragmentos de ouro e vasos do fundo do lago.

Baiae, Itália

Esta antiga cidade romana foi um famoso local de férias para pessoas ricas dos tempos antigos. Sob uma cadeia de vulcões e águas termais, que também eram uma fonte constante de água para a cidade, o local se tornou muito popular entre pessoas importantes e abastadas. No entanto, a água dessas termas tornou-se fatal para o lugar quando começou a subir, afastando os turistas, até engolir tudo nas proximidades. Ainda hoje podemos ver as ruínas dos belos monumentos que haviam no local, incluindo a Pisonian Villa.

Doggerland, mar do Norte

Doggerland, no mar do Norte já foi habitada por tribos mesolíticas. A terra foi ocupada por pescadores e caçadores antes de afundar no mar, devido ao contínuo movimento tectônico da Europa e Inglaterra.

Gulf of Cambay, Índia

Descoberto por acaso, alguns cientistas acreditam que essa cidade perdida pode ser a cidade mais antiga do planeta, ainda mais velha do que Harappa ou Mesopotâmia. Os esqueletos e dentes humanos encontrados no local datavam de mais de 9500 anos. 

Atlit-Yam, Israel

Localizada ao longo da costa de Carmel, o povoado neolítico foi habitado por uma civilização que viveu há 8.000 anos. Entretanto, a cidade foi exterminada por repetidos tsunamis, criados por erupções vulcânicas. Alguns também acreditam que uma epidemia matou a população antes da água engolir a cidade. 

Shicheng, China

Essa cidade, fundada há mais de 1300 anos, pertenceu à dinastia Ming e Qing, que governaram a China a partir de 1368. Ironicamente, a cidade decaía o tempo todo, mesmo que seus governantes visassem seu progresso. Mesmo depois um milênio debaixo de 40 metros de água, as estátuas e portões de Shicheng ainda estão em condições elogiáveis.

Fonte: Yahoo!

Scroll Up