Neymar vai render mais dinheiro ao Santos do que prêmio por título

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Apesar de ter se desvinculado do Santos em maio de 2013, Neymar ainda dá retorno ao clube que o lançou para o futebol. Vivendo seu melhor momento na carreira, o brasileiro vai concorrer ao prêmio Bola de Ouro, concedido pela Fifa ao melhor jogador do mundo no ano, e renderá 2 milhões de euros (cerca de R$ 8 milhões) ao alvinegro praiano. A cláusula que garante o repasse ao Peixe foi imposta ao Barcelona no momento da venda do atacante e não precisa ser repartida com os grupos de investimento DIS e Teisa, que à época detinham parcelas de percentagens sobre os diretos econômicos de Neymar.

O dinheiro só deve cair na conta santista em 2016. Por isso, o clube, apesar de comemorar a receita extra em um momento de crise financeira, prefere não programar ainda o que fará com a quantia.

O fato curioso é que o título da Copa do Brasil, tão sonhado pela diretoria alvinegra por colocar o clube na Copa Libertadores de 2016 depois de três anos de ausência e também por causa da premiação financeira paga pela CBF ao campeão, vai render menos do que o retorno com Neymar na final do Bola de Ouro.

Já em vantagem por ter vencido a primeira decisão frente ao Palmeiras por 1 a 0, na Vila, o Peixe joga por um empate nesta quarta, no Allianz Parque. Caso fique com a taça, o Santos receberá R$ 7, 95 milhões. Se sofrer um revés do rival alviverde, a equipe da Baixada conseguirá ‘apenas’ R$ 5,39 milhões.

Neymar concorre com Messi, argentino, que é seu companheiro no Barcelona, e Cristiano Ronaldo, português do Real Madrid, na eleição do melhor do mundo. O resultado será conhecido em uma grande festa na Suíça, sede da Fifa, dia 11 janeiro. A colocação de Neymar, porém, é menos importante para o Santos, que não receberá qualquer adicional mesmo diante de uma eventual vitória do craque brasileiro.

A indicação do camisa 10 da Seleção Brasileiro o colocou na seleta lista de sete jogadores do país pentacampeão do mundo a concorrerem ao prêmio individual mais importante do planeta.

Antes de Neymar, Romário, Ronaldo, Rivaldo, Ronaldinho Gaúcho, Kaká e Roberto Carlos já haviam aparecido entre os três melhores. O lateral esquerdo foi o único a nunca ter conquistado a Bola de Ouro. Romário levou em 1994, Ronaldo em 1996, 1997 e 2002, Rivaldo em 1999, Ronaldinho Gaúcho em 2004 e 2005, e Kaká em 2007. Aliás, após a coroação do ex-meio-campista do Milan, nenhum outro brasileiro figurou mais entre os três melhores. Neymar, agora, quebra mais essa marca.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes