Mulher é presa suspeita de participar de assalto na casa do cunhado em Bauru; R$ 20 mil foram levados de cofre

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Um construtor de imóveis foi assaltado em sua residência no bairro Jardim Gaivota em Bauru (SP) na última sexta-feira (26) e após investigação, a Polícia Civil prendeu nesta quarta-feira (31) a cunhada da vítima, uma vendedora de 38 anos, seu namorado e o assaltante, suspeitos de participar do crime.

Segundo a vítima, no dia do assalto, a sua cunhada tocou o interfone da sua casa e ele abriu o portão eletrônico, mas ela deixou destrancado e logo em seguida, um homem armado invadiu a casa dizendo que queria uma “bolsa com o dinheiro”, que segundo o construtor, estaria o pagamento dos trabalhadores das obras.

O construtor contou à polícia que retirou do cofre a quantia de R$ 20 mil, mas o criminoso insistia que queria a “bolsa” e como não a encontrou, acabou levando relógios, um telefone celular, e itens como pulseira, corrente e aliança da vítima. Depois do assalto, o suspeito fugiu no carro da cunhada da vítima.

A equipe de investigações de crimes contra o patrimônio da 1ª DIG da DEIC foi chamada e buscou imagens para identificar o suspeito. Uma bituca de cigarro, possivelmente deixada pelo homem no local, foi levada pela perícia.

O carro da cunhada da vítima usado para fuga do assaltante foi encontrado abandonado no Jardim Marajoara na manhã do sábado (27) e os policiais realizaram uma perícia no local.

A suspeita sobre a relação da cunhada da vítima com o crime aconteceu na noite do dia 27 de março quando a equipe da DIG identificou o veículo, que já havia sido entregue à vendedora no mesmo dia, estava no acostamento da rodovia Bauru-Jaú.

O apoio da Polícia Rodoviária foi solicitado e durante a abordagem, o condutor de 28 anos se identificou como proprietário do veículo. A polícia então confirmou que ele era o namorado da vendedora.

Com as investigações, os policiais descobriram que a cunhada da vítima simulou a visita, já que segundo a Polícia Civil, no dia do assalto, o criminoso chegou no carro da vendedora e tentou tocar a campainha da casa do construtor, mas como não conseguiu. Foi então que pouco tempo depois, ela chegou no local e entrou na casa para facilitar o assalto.

A suspeita foi levada à delegacia para prestar depoimento e confessou ter participado do crime. A vendedora contou ainda que o assaltante foi apresentado a ela pelo seu namorado. Os policiais recuperaram R$ 5.650 dentro de uma cômoda na casa da mulher.

O namorado da vendedora também foi conduzido à delegacia e confirmou que havia emprestado o seu carro, mas os policiais dizem ter comprovado nas investigações que ele dirigia o veículo no dia do crime e ajudou na fuga do homem que fez o assalto. O suspeito confessou ainda que ficou com R$ 900 e um relógio de pulso.

O terceiro suspeito, um homem de 46 anos, foi identificado pela polícia como o assaltante que abordou a vítima. Ainda de acordo com os policiais, o homem havia saído recentemente da prisão onde cumpriu pena por crimes de roubo e tráfico de drogas, além de ser ex-integrante de uma facção criminosa. Com ele foram apreendidos R$ 5 mil e a camiseta usada na ação.

O suposto assaltante foi levado para reconhecimento da vítima que o identificou. Os suspeitos foram presos temporariamente por 30 dias e encaminhados à Cadeia Pública de Avaí (SP). Os valores e o relógio recuperados pelos policiais foram entregues à vítima.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes