16 de junho, 2024

Últimas:

Mortes no terremoto na Turquia e na Síria passam de 40 mil

Anúncios

O número de mortes por causa do terremoto de magnitude 7,8 que atingiu na semana passada a Turquia e a Síria passou da cruel marca de 40 mil pessoas nesta terça-feira (14).

Uma quantidade que parecia inacreditável há pouco mais de uma semana, quando o tremor abalou fortemente o região central da Turquia e o norte da Síria.

Anúncios

O balanço total de número de mortes atual é de 41.232. Na tarde desta terça, o governo turco afirmou que o número de vítimas fatais no país aumentou para 35.418. Na Síria, há 5.814 mortes registradas, levando em conta o balanço do governo sírio e de organizações de ajuda humanitária que atuam no norte do país, controlado por jihadistas e rebeldes.

O presidente turco, Tayyip Erdogan, disse nesta terça-feira que os tremores foram “tão grandes quanto bombas atômicas”.

Anúncios

Ele também disse que centenas de milhares de prédios estavam inabitáveis no sul da Turquia, acrescentando que “qualquer país enfrentaria os problemas que enfrentamos durante um desastre como esse”.

Sobreviventes

Apesar de os esforços se concentrarem agora mais no auxílio aos desabrigados, as equipes de resgate seguem na busca incessante por mais sobreviventes sob os escombros.

O trabalho ainda dá um resultado compensador e quase milagroso: Só nesta terça, dezenas de pessoas já foram encontradas, após 200 horas debaixo dos escombros. Entre eles, estão:

  • Um jovem de 18 anos e dois irmãos de 17 e 21, resgatados dos escombros na região sul da Turquia nesta terça-feira (14), 198 horas após o terremoto.
  • Uma adolescente síria de 15 anos, tirada dos escombros em Antakya, na Turquia, 208 horas depois do tremor.
  • Um idoso de 65 anos, resgatado também em Antakya, que também ficou 208 horas soterrado.
  • Uma mulher em Hatay; ela ficou 198 horas sob escombros.
  • Um adolescente em um povoado do sul, também depois de 198 horas.

O ministro da Urbanização da Turquia, Murat Kurum, disse que cerca de 42.000 edifícios desabaram, precisam urgentemente de demolição ou foram gravemente danificados em dez cidades.

A Justiça da Turquia afirmou que está iniciando processos judiciais contra 130 pessoas que, supostamente, participaram de incorporações de imóveis que foram construídos com má qualidade e de forma ilegal, sem observar as regras de engenharia que os tornariam mais resistentes a tremores de terra.

Fonte: Yahoo!

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.737 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (15) no Espaço da Sorte, na...

Categorias