Miguel de Oliveira, campeão mundial de boxe em 1975, morre em São Paulo

Campeão mundial em 1975, o ex-boxeador Miguel de Oliveira morreu nesta sexta-feira, em São Paulo, em decorrência de um câncer no pâncreas. Ele tinha 74 anos e descobrira a doença cerca de três meses atrás.

Miguel de Oliveira — Foto: Reprodução: Tv Tribuna
Miguel de Oliveira (Foto: Reprodução: Tv Tribuna)

Miguel, nascido na cidade paulista de São Manuel, começou a lutar boxe inspirado em lutas do ídolo Éder Jofre, primeiro brasileiro a se sagrar campeão mundial. Ia até mesmo ao cinema ver os combates de Jofre.

Miguel de Oliveira festeja vitória no ringue — Foto: Reprodução / site oficial
Miguel de Oliveira festeja vitória no ringue (Foto: Reprodução / site oficial)

No início da década de 1970, com pouco mais de 20 anos, conquistou seu primeiro título brasileiro. Chegou a se credenciar para disputar o título mundial dos médio-ligeiros duas vezes, em 1973 e 1974, mas não levou o cinturão nenhuma das vezes diante do japonês Koichi Wajima.

Éder Jofre, Michael de Oliveira e Miguel de Oliveira em academia de São Paulo — Foto: Divulgação
Éder Jofre, Michael de Oliveira e Miguel de Oliveira em academia de São Paulo (Foto: Divulgação)

Em 1975, contra o espanhol José Duran, no estádio Louis II, em Mônaco, foi à forra. Miguel venceu por pontos depois de 15 assaltos e logrou o título pelo Conselho Mundial de Boxe.

Miguel de Oliveira em ação na luta que lhe deu o título mundial — Foto: Reprodução/site oficial
Miguel de Oliveira em ação na luta que lhe deu o título mundial (Foto: Reprodução/site oficial)

O brasileiro ainda manteve o cinturão na primeira defesa, contra o americano Don Cobbs, mas o perdeu para Elisha Obed em Paris, em novembro daquele mesmo 1975.

Segundo o Boxrec (registro dos cartéis dos boxeadores), Miguel teve 45 vitórias (28 por nocaute), cinco derrotas e um empate em sua carreira. Seu último combate foi contra Diógenes Pacheco, em 1980.

Miguel de Oliveira mostra cartão de vacinação após tomar dose contra Covid — Foto: Divulgação
Miguel de Oliveira mostra cartão de vacinação após tomar dose contra Covid (Foto: Divulgação)

Depois da trajetória nos ringues, o campeão mundial se dedicou à vida de treinador. Ele foi o técnico, por exemplo, de Maguila na década de 1980. Até recentemente era instrutor de boxe em uma academia em São Paulo.

Fonte: G1 – Foto: Reprodução: Tv Tribuna

Últimas

Botucatu: Obituário 7 de dezembro

07 dez 2021

Aurora Lopes de Andrade – 85 anos Sepultamento 07/12/21 às 15h no Cemitério Jardim Velório Complexo...

Categorias

Scroll Up