México registra maior número de mortes por covid-19 na terceira onda

O México registrou nesta terça-feira (10) 786 mortes por covid-19, o número mais alto de óbitos registrados em 24 horas durante a terceira onda da pandemia, que afeta o país, segundo dados do governo.

A secretaria da Saúde informou nesta terça que o número de óbitos pelo novo coronavírus chegou a 245.476, enquanto os casos confirmados somaram 2.997.885, ou seja, 19.555 a mais do que na segunda-feira.

A última vez que o México superou as 700 mortes foi em 10 de abril, quando foram registrados 874 falecimentos. Em 22 de janeiro o México reportou 1.803 óbitos, segundo uma contagem da AFP feita com base em dados oficiais.

O repique, que atinge especialmente os jovens, levou o governo a declarar na sexta-feira passada alerta máximo na capital – de 9,2 milhões de habitantes -, mas sem medidas restritivas.

O México, com 126 milhões de habitantes, é o quarto país com mais óbitos na pandemia, surgida no México no fim de março de 2020. A nova onda se deve à variante delta, mais contagiosa.

Apesar da alta, a ocupação hospitalar se mantém longe do pico de janeiro, que superou os 90% de leitos, graças à vacinação. Atualmente, estão ocupados 54% dos leitos gerais e 45% dos equipados com respiradores, segundo o governo.

Enquanto isso, 51 milhões de pessoas receberam ao menos uma dose da vacina anticovid e delas, 27,6 milhões completaram o esquema vacinal.

Nesta terça teve início a vacinação da população de 18 a 29 anos.

Fonte: Yahoo!

Scroll Up