Artur brilha e Red Bull Bragantino derrota o Rosario Central na Argentina pela Sul-Americana

Rosario Central e Red Bull Bragantino fizeram um grande jogo pela ida das quartas de final da Copa Sul-Americana. No estádio Gigante Arroyito, em Rosario, o Massa Bruta venceu por 4 a 3, nesta terça-feira, e se aproximou de uma vaga nas semifinais do torneio continental. O atacante Artur, autor de três gols e uma assistência, foi o grande destaque.

Praxedes e Artur deram vantagem para o time brasileiro no início do primeiro tempo, mas Marco Ruben rapidamente diminuiu para os donos da casa. Antes do intervalo, Artur marcou novamente. Já na segunda etapa, Marco Ruben, em uma meia-bicicleta, e Milton Caraglio empataram, mas Artur foi às redes pela terceira vez e colocou os visitantes na frente mais uma vez.

As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima terça-feira, às 19h15 (de Brasília), no Nabi Abi Chedid. Para avançar, o Bragantino pode perder por até um gol de diferença, desde que sofre menos de quatro gols. Já o Rosario precisa vencer por dois gols de diferença ou de um triunfo anotando cinco gols. Uma vitória argentina por 4 a 3 leva o duelo para os pênaltis.

Antes disso, o Red Bull Bragantino recebe o Juventude pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, no sábado, no Nabi Abi Chedid, às 17 horas. O time comandado por Maurício Barbieri é o quarto colocado da competição nacional, com 28 pontos. No mesmo dia, o Rosario Central enfrenta o Independiente, pelo Campeonato Argentino, no Gigante Arroyito, às 20h15.

Rosario Central e Red Bull Bragantino fizeram um duelo movimentado desde o primeiro minuto. A primeira boa chance foi da equipe brasileira, que acertou a trave argentina em chute de fora da área de Raul.

Aos 15 minutos, o Massa Bruta abriu o placar. Artur recebeu lançamento de Raul pela direita, balançou na frente da marcação e cruzou para Praxedes, que cabeceou no ângulo esquerdo do goleiro Broun. O meia ainda poderia ter ampliado no minuto seguinte, mas acabou desperdiçando grande oportunidade ao bater colocado para fora após roubada de bola de Ytalo no ataque.

O erro, no entanto, fez pouca diferença. Logo na sequência, Lucas Evangelista foi derrubado dentro da área e sofreu pênalti. Encarregado para a cobrança, Artur bateu no canto esquerdo de Broun, que até pulou para o lado certo, mas nada pôde fazer.

Justamente quando o Bragantino era superior na partida, o Rosario Central diminuiu. Depois de boa defesa de Cleiton, Damián Martinez ficou com a sobra pela direita e cruzou rasteiro para Marco Ruben, que desviou sutilmente e marcou aos 22 minutos.

Com o gol, o Rosario passou a ter maior controle das ações, mas não conseguiu converter o domínio em chances de gol. Já o Bragantino ampliou na primeira vez que voltou a chegar ao ataque com perigo. Aos 42, uma grande jogada que contou com a participação de oito jogadores terminou em um belo cruzamento de Cuello para Artur, que, livre dentro da área, tocou de pé esquerdo para anotar seu segundo tento.

O segundo tempo continuou movimentado. Aos nove minutos, Marco Ruben diminuiu pela segunda vez para o Rosario. Acontece que dessa vez o atacante marcou um golaço. Depois de cruzamento de Blanco pela esquerda, o camisa 9 acertou um lindo voleio no canto esquerdo de Cleiton.

O Bragantino poderia ter retomado a vantagem de dois gols com Léo Ortiz, que cabeceou sozinho no meio da área após cobrança de falta de Cuello, mas para fora. No lance seguinte, o Rosario Central empatou com Milton Caraglio, que aproveitou cruzamento de Blanco para marcar de cabeça aos 16 minutos.

Justamente quando parecia que o time de Bragança Paulista sairia da Argentina com um empate amargo, Artur marcou pela terceira vez e definiu a vitória. Aos 27 minutos, o atacante aproveitou o erro de Almada, arrancou em velocidade, ficou na cara do gol e tocou na saída do goleiro.

Na reta final, as duas equipes tiveram boas chances. O Bragantino chegou em duas ocasiões com Artur, mas em ambas as finalizações foram para a linha de fundo. Já o Rosario viu Cleiton fazer duas grandes defesas, uma em chute de Ferreyra e outra em tentativa de Zabala, e impedir novo empate.

ROSARIO CENTRAL 3 X 4 RED BULL BRAGANTINO

Local: Gigante Arroyito, em Rosário (Argentina)
Data: 10 de agosto de 2021, terça-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Diego Haro (PER)
Assistentes: Jonny Bossio (PER) e Eduardo Cardozo (PAR)
VAR: Cristian Garay (CHI)
Cartões amarelos: Almada, Ojeda, Ferreyra e Broun (Rosario Central); Fabrício Bruno e Helinho (Red Bull Bragantino)

Gols:
Rosario Central: Marco Ruben, aos 22 minutos do 1ºT; Marco Ruben, aos 9, e Caraglio, aos 16 minutos do 2ºT
Red Bull Bragantino: Praxedes, aos 15, e Artur, aos 19 e 42 minutos do 1ºT; Artur, aos 27 minutos do 2ºT

ROSARIO CENTRAL: Broun; Damián Martínez (Fernando Torrent), Almada, Ávila e Blanco; Zabala, Ojeda, Vecchio e Ferreyra (Lo Celso); Marco Ruben e Milton Caraglio (Martínes Dupuy).
Técnico: Kily González

RED BULL BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno, Léo Ortiz e Edimar; Raul, Lucas Evangelista (Hurtado) e Praxedes (Eric Ramires); Artur, Cuello (Helinho) e Ytalo (Alerrandro).
Técnico: Maurício Barbieri

Fonte: Yahoo!Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino

Scroll Up