México prende mais de mil migrantes em 24 horas

Um total de 1.266 migrantes, de 33 nacionalidades, foram detidos nas últimas 24 horas em diversas operações no México, informou nesta quinta-feira o Instituto Nacional de Migração (INM).

Autoridades mexicanas explicaram em comunicado que os migrantes “transitavam de forma irregular por 22 entidades” do país. A entidade onde houve mais presos foi Cidade do México, “com 258 pessoas, seguida de Chiapas (246), Tabasco (167), Baja California (96) e Nuevo León (88)”.

O INM especificou que 741 homens e 322 mulheres foram identificados nas operações, bem como 203 menores, originários, em sua maioria, de Colômbia, Honduras, Guatemala, Cuba e El Salvador. Também ha detidos do Afeganistão, Armênia, Canadá, Etiópia, Paquistão, Somália, China, Turquia, Rússia e Itália.

Um total de 2 milhões de prisões foram efetuadas na fronteira sul dos Estados Unidos em 2021, segundo dados oficiais. O México reforçou suas operações para combater o fluxo migratório irregular, que busca, sobretudo, chegar aos Estados Unidos.

Mais de 190.000 pessoas sem documentos foram detectadas no México entre janeiro e setembro de 2021, o triplo do número de 2020, segundo dados oficiais. Mais de 74 mil foram deportadas.

Fonte: Yahoo!