Jovem é preso após bater carro que alegou ter furtado para ir trabalhar, em Pirajuí

Um jovem de 22 anos foi preso na manhã desta quarta-feira (9) após ter furtado um veículo em Pirajuí (SP) e ter se acidentado com o carro na Rodovia Marechal Rondon (SP-300), ainda nas proximidades do município. À polícia, ele afirmou que furtou o carro para conseguir chegar ao trabalhar.

Segundo informações da Polícia Civil, a policiais rodoviários encontraram o veículo acidentado no quilômetro 391 da rodovia, onde se chocou contra uma defensa metálica. Não havia ninguém no local do acidente.

Cerca de um quilômetro à frente do local da batida, a Polícia Rodoviária abordou o rapaz de 22 anos andando a pé pelo acostamento, no sentido interior – capital, carregando um capacete nas mãos.

Jovem é preso após bater carro que alegou ter furtado para ir trabalhar — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Jovem é preso após bater carro que alegou ter furtado para ir trabalhar (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Questionado, o jovem afirmou que se encaminhava para o seu local de trabalho, em Presidente Alves (SP), e que utilizaria o capacete para pegar uma carona de moto com um amigo ao fim do dia. Ele ainda disse que ia a pé para o trabalho porque acordou tarde e perdeu a carona.

Na revista pessoal ao jovem, porém, os policiais encontraram escondidas dentro do capacete duas chaves, sendo uma dela do tipo micha, um equipamento geralmente usado por ladrões para abrir qualquer tipo de fechadura.

Jovem é preso após bater carro que alegou ter furtado para ir trabalhar — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Jovem é preso após bater carro que alegou ter furtado para ir trabalhar (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Diante disso, o jovem confessou que havia furtado o veículo com o qual acabou se acidentando na rodovia, mas que o fez apenas porque perdeu a carona e queria chegar a tempo no trabalho. Ele afirmou ainda que, depois disso, simplesmente abandonaria o carro.

O homem foi encaminhado para a delegacia de Pirajuí, onde foi preso em flagrante por furto qualificado, crime que prevê pena de dois a oito anos de reclusão. O jovem foi encaminhado para a cadeia de Avaí (SP), onde aguarda a audiência de custódia. O carro foi devolvido ao dono.

Fonte: G1