Igreja nos EUA faz acordo e vai pagar US$ 87,5 milhões para vítimas de abuso sexual

A Diocese de Camden, em Nova Jersey, informou nesta terça-feira que entrou em acordo com mais de 300 vítimas de abusos sexuais por parte de clérigos. A Igreja Católica concordou em pagar US$ 87,5 milhões aos envolvidos, em um período de quatro anos.

O acordo também inclui a manutenção ou aprimoramento dos protocolos de proteção de crianças, que foram implementados pela Diocese em 2002. O Tribunal de Falências ainda precisa aprovar o compromisso firmado entre vítimas e Igreja.

—  A Diocese de Camden, Nova Jersey está satisfeita que o processo de mediação tenha levado a um acordo. Quero expressar minhas sinceras desculpas a todos aqueles que foram afetados por abuso sexual em nossa Diocese – afirmou o bisco Dennis J. Sullivan.

Diocese de Camden, em Nova Jersey, fechou acordo com vítimas de abusos (Foto: Divulgação/Diocese de Camden)

Os supostos abusos sexuais ocorreram entre as décadas de 1950 e 1990, de acordo com o advogado Jeff Anderson, representante dos sobreviventes. O período com mais casos foi principalmente nas décadas de 1960 e 1970.

— O Comitê de Sobreviventes está satisfeito por ter chegado a uma resolução consensual de suas disputas com a Diocese e espera facilitar uma distribuição rápida aos sobreviventes de abuso sexual – afirmou Anderson.

O bispo acrescentou que tem feito orações para todos os sobreviventes de abuso.

—  Prometo meu compromisso contínuo para garantir que esse terrível capítulo na história da Diocese de Camden, Nova Jersey, nunca aconteça novamente – finalizou.

Fonte: G1