Homem confessa que matou mulher, no interior de SP, por causa de um cavalo

Chácara onde teria acontecido o crime em Guararapes (Foto: Reprodução/TV TEM)

O homem, 49 anos, suspeito de matar a facadas a mulher dele e esfaquear dois vizinhos, uma criança de 11 anos e um adolescente, de 18, teve alta nesta quinta-feira (17) da Santa Casa de Araçatuba (SP). Em depoimento para a polícia, ele confessou que matou a vítima, porque desconfiou que ela tinha escondido o cavalo dele. A criança perdeu o rim e parte do fígado com as facadas que recebeu durante a tentativa de homicídio.

Segundo informações da polícia, o suspeito estava bêbado quando foi até a chácara onde morava com a mulher. Lá eles discutiram, quando o homem perdeu o controle e começou a esfaquear a mulher. Em meio a confusão, ele afirmou ter pedido o controle e ido para a chácara vizinha, agredindo a todos que aparecessem na frente dele, em consequência o adolescente e a criança. O homem foi levado de escolta para a cadeia de Penápolis (SP).

Perda de órgãos

O menino, de 11 anos, que levou uma facada em uma chácara de Guararapes no fim de semana perdeu o rim e parte do fígado. Ele está internado desde domingo (13) na Santa Casa de Araçatuba (SP), onde foi operado. O estado de saúde atual da criança é estável e, apesar de ter sido liberado da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), permanece internado na ala pediátrica.

Entenda o caso

Um homem, de 49 anos, matou a facadas uma mulher, de 51, na noite de sábado (12), em Guararapes (SP). O crime aconteceu em uma chácara, na zona rural da cidade.  De acordo com o boletim de ocorrência, depois de assassinar a mulher, ele entrou na propriedade vizinha e esfaqueou uma criança, de 11 anos, e um jovem, de 18.

A criança foi atingida na barriga e teve o fígado perfurado. A outra vítima foi atingida no braço. Os dois foram encaminhados para o hospital. O autor do crime também foi internado com ferimentos na Santa Casa de Araçatuba. Ele foi agredido a cadeiradas por moradores até parar de esfaquear a criança e o jovem.

Fonte: G1

Scroll Up