Governo de SP anuncia R$ 1,8 bilhão para modernização de 1,2 mil km de vicinais

O Governador João Doria e o Vice-Governador Rodrigo Garcia anunciaram nesta segunda-feira (13), no Palácio dos Bandeirantes, o investimento de R$ 1,8 bilhão na nova fase do programa Novas Estradas Vicinais, que vai beneficiar outras 106 vias com 1,2 mil quilômetros de melhorias.

“Não há nenhuma região do estado que nós não tenhamos obras programadas e a maior parte já iniciada. E as obras que ainda não foram começadas serão iniciadas até março do ano que vem. Faremos isso com acompanhamento direto de prefeitas e prefeitos, com objetivo de que sejam os olhos fiscalizadores destas estradas, para que elas sejam feitas no tempo certo e na forma correta”, afirmou Doria.

Os recursos serão destinados à pavimentação das estradas, recuperação funcional e modernização para dar mais segurança e conforto aos usuários. Com essa nova etapa, que já é a sétima, o programa coordenado pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem) soma investimentos de R$ 6,2 bilhões, o que corresponde a 546 obras em cinco mil kms de estradas, gerando mais de 40 mil empregos, entre vagas diretas e indiretas.

O investimento previsto faz parte do programa Pró SP, um amplo pacote de obras estruturantes do Governo do Estado para auxiliar na retomada do crescimento econômico, oferta de emprego e geração de renda em 2021 e 2022. A iniciativa prevê recursos que totalizam R$ 50 bilhões para obras nas áreas de infraestrutura, transportes, educação e saneamento.

“As obras de recuperação e modernização das estradas vicinais estão a todo vapor em mais da metade dos municípios de São Paulo. O anúncio de hoje foca na pavimentação de vicinais estratégicas para o escoamento da produção, transporte escolar e, principalmente, na melhoria da qualidade de vida das pessoas que vivem e trabalham nas cidades do interior do nosso Estado”, destacou Rodrigo Garcia.

Importância das vicinais

Essenciais para o escoamento da produção agrícola, as estradas vicinais movimentam as economias regionais. Elas também permitem o deslocamento da população de cidades menores a grandes centros urbanos, garantindo acesso a serviços mais amplos de saúde e educação oferecidos em polos regionais.

“Essa nova etapa do programa complementa o enorme trabalho que já vem sendo feito nas rodovias do estado de São Paulo. São centenas de obras de infraestrutura em andamento, que geram emprego, criam renda e beneficiam toda a população”, ressaltou o Secretário de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto.

Parceria técnica

Um estudo técnico do DER, realizado em conjunto com as Prefeituras a partir de 2019, identificou os principais gargalos para o desenvolvimento do projeto. A partir desse levantamento, as vicinais foram divididas em categorias: estradas que ligam polos geradores de produtos (como fazendas) e serviços (empresas) e rodovias estaduais, além das vias que dão acesso a municípios vizinhos.

Fonte: Governo de SP