Frascos de botox fabricados no Paraguai e sem nota fiscal são apreendidos na BR-153 em Ourinhos

Um homem foi preso com 200 frascos de botox contrabandeados em um ônibus, que fazia a linha Foz do Iguaçu (PR) a São Paulo (SP), durante abordagem em Ourinhos (SP), na madrugada desta quarta-feira (25).

Material apreendido em ônibus abordado em Ourinhos (SP) — Foto: PRF/Divulgação
Material apreendido em ônibus abordado em Ourinhos (SP) (Foto: PRF/Divulgação)

Também foram encontradas pela equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF), 19 unidades de pacotes de materiais usados em procedimento de lifting facial.

O suspeito, que tentou esconder a bagagem na poltrona ao seu lado durante abordagem, que ocorreu por volta das 0h20 em frente da base policial, foi levado para a Polícia Civil de Ourinhos com os produtos.

Botox 'pirata' apreendido em Ourinhos na Rodovia Trandbrasiliana (BR-153) — Foto: PRF/Divulgação
Botox ‘pirata’ apreendido em Ourinhos na Rodovia Trandbrasiliana (BR-153) (Foto: PRF/Divulgação)

Ele contou aos policiais rodoviários que a toxina botulínica foi fabricada no Paraguai e é do tipo Israderm, que não possui registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Segundo a PRF, tal produto pode provocar necrose nos pacientes e esse tipo de apreensão vem acontecendo por todo o país.

Os policiais informaram que o passageiro pode ser investigado falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais. A pena varia de 10 a 15 anos de prisão.

Fonte: G1