Fim de semana com umidade baixa no estado de SP

A atuação de uma forte massa de ar frio de origem polar tem provocado frio intenso em São Paulo nos últimos dias. Episódios de geada foram registrados em diversas áreas do interior paulista e até em áreas da região metropolitana, como Cotia e Barueri.


Nos próximos dias, a expectativa é de que a massa polar comece a se afastar para o oceano e, com isso, as temperaturas irão subir de forma muito gradativa no estado. 

Fim de semana no estado de São Paulo


fim de semana vai ser marcado por tempo firme e seco em várias áreas do estado de São Paulo. 

Neste sábado (03), o amanhecer pode começar frio em várias áreas, com possibilidade de geada na Serra da Mantiqueira. Ao longo do dia, as temperaturas voltam subir de forma gradativa e a umidade relativa do ar pode ficar baixa em parte do centro-norte paulista. No litoral de São Paulo o sábado também será marcado por sol, com variação de nuvens e a partir da noite, há possibilidade de garoa. 

No domingo (04), as condições de tempo se mantém. Os ventos marítimos vão continuar deixando o tempo instável no litoral paulista e o amanhecer pode começar com garoa, que se estende no decorrer do dia. Na capital e demais áreas do estado o dia será marcado por sol, tempo firme e grande amplitude térmica. 

Próxima semana 

Ao longo da próxima semana, com o afastamento do sistema, a tendência passa a ser de elevação nas temperaturas máximas, que devem subir gradualmente até a próxima sexta-feira (9). Durante as tardes, a sensação até poderá ser de calor em algumas localidades, mas o amanhecer permanecerá friozinho, principalmente na faixa leste. 


Julho será de pouca chuva em São Paulo


De forma geral, o mês de julho será marcado por temperaturas acima da média no estado de São Paulo. Além disso, a tendência é de pouquíssima chuva – apenas uma frente fria deve passar com forte intensidade e provocar chuva significativa, inclusive na região da capital. Até pelo menos dia 15 deste mês, o tempo continua firme.


Com o ar seco atuando de forma persistente, os índices de umidade relativa do ar podem ficar muito abaixo do recomendável, o que provoca diversos danos à saúde.

Scroll Up