Estabelecimento é multado em mais de R$ 22 mil por comércio irregular de madeiras nativas em Pirajuí

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A Polícia Ambiental multou um estabelecimento em mais de R$ 22 mil nesta quarta-feira (10) por irregularidades no comércio de madeiras nativas.

De acordo com a Polícia Ambiental, uma equipe de Bauru realizou fiscalização em um pátio de depósito das madeiras e verificou divergências entre o armazenamento físico delas e o saldo virtual que constava no Documento de Origem Florestal (DOF).

Durante a fiscalização, a polícia constatou que faltavam 28,38 metros cúbicos de madeiras de diversos cortes e que havia um excesso de 47,45 metros cúbicos que não constavam no documento. Segundo a polícia, isso indica venda e depósito irregular de madeira nativa.

Polícia elaborou dois autos de infração depois de fiscalizar comércio de madeiras em Pirajuí — Foto: Polícia Ambiental/Divulgação
Polícia elaborou dois autos de infração depois de fiscalizar comércio de madeiras em Pirajuí (Foto: Polícia Ambiental/Divulgação)

Conforme a Polícia Ambiental, o documento constitui licença obrigatória para o transporte e armazenamento de produtos florestais e precisa estar sempre atualizado com as movimentações de compra e venda de madeira.

Por causa disso, a polícia elaborou dois autos de infração ambiental no valor de R$ 22.754,49 e apreendeu a madeira que estava em excesso.

Fonte: G1 – Foto: Polícia Ambiental/Divulgação

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes