Esposa de Fernando Cury chama Isa Penna de “atriz” e a critica por ter denunciado assédio

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A mulher de Fernando Cury (Cidadania) de Botucatu, Renata Meneguella Cury, saiu em defesa do marido um dia após a Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo), em decisão por unanimidade, ter ampliado a pena de afastamento do deputado estadual de três para seis meses, por ter importunado sexualmente a colega Isa Penna (PSOL).

A deputada foi apalpada por Cury no plenário, em dezembro, e registrou um Boletim de Ocorrência contra ele por assédio sexual e o denunciou ao Conselho de Ética da Casa por quebra de decoro.

Reprodução Facebook

É a primeira vez que uma casa legislativa no país dá uma punição para um caso de assédio contra uma mulher. Com a decisão, assume o cargo o suplente de Cury, padre Afonso Lobato (PV), que poderá exonerar os servidores do gabinete do colega. Cury ficará sem salário durante o período e seu gabinete, sem verba.

Em sua página no Facebook, Renata Cury disse ser “Fernando até o fim”, que tem orgulho do marido e que está “aliviada com a suspensão e muito grata a Deus por tirá-lo desse meio por 180 dias” e deixá-lo em casa com a família. “Aos que queriam me ouvir e que esperavam condenação e julgamento, infelizmente pra vcs aqui tem Mulher de verdade!”.

Em seu post, Renata criticou mulheres que denunciam assédio e disse não mais se considerar feminista. “As fêmeas quando convém se ‘cegam’ e se unem para levantar bandeiras”, disse. “Trabalhei 15 anos numa instituição e vi tanto, aliás, acho que sofri [assédio], mas, me lembrei de situações que resolvi tão simplesmente. Quem sofre assédio fica indignada, não escancara [a situação] e vira estrela. Lembrei também quantas vezes na vida um homem errou e se desculpou comigo e quantas vezes respondi ‘o que é isso, não foi nada!’.”

Renata também fez as mesmas insinuações que deputados colegas de seu marido fizeram sobre Isa, dizendo que a parlamentar teria um comportamento inadequado por, entre outras coisas, aparecer dançando funk em suas redes sociais.

“Feminismo pra mim é saber se posicionar e resolver. Aliás, ter postura sempre! Isso pra mim é ser mulher. Esse ‘feminismo’ que quando convém vira vítima é vergonhoso. Quando acha que deve ‘rebolar até o chão’…Podre! Feminista que não aceita desculpa, mete a faca na garganta e grita por sangue! Isso pra mim é ridículo!”.

Após se procurada pelo UOL, Renata Cury bloqueou o acesso à sua publicação no Facebook.

Reprodução Facebook

LEIA MAIS: Deputado Fernando Cury é afastado da Alesp por 6 meses por passar a mão na deputada Isa Penna

Fonte: UOL – Universa – Foto: Reprodução Facebook

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes