13 de junho, 2024

Últimas:

Educação promove interação com pais de atendidos pelo Programa de Equoterapia

Anúncios

A Secretaria Municipal de Educação, através da Coordenadoria de Apoio Pedagógico e Especializado, promoveu na manhã da última quarta-feira, 05, no Rancho São Francisco, uma vivência terapêutica com os pais e responsáveis dos alunos atendidos no Programa de Equoterapia.

O objetivo da interação foi trazer aos responsáveis pelos alunos uma mostra do trabalho realizado no Programa, focando na confiança mutua, uma vez que as montarias também eram conduzidas pelos alunos.

Anúncios

O Programa de Equoterapia, conveniado a Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Educação desde 2010, é direcionado a estudantes do 1º ao 5º anos que possuem dificuldades acentuadas e/ou transtornos de aprendizagem e problemas de socialização.

Em 2023, o Programa está atendendo 100 alunos de dez escolas da Rede Municipal do Ensino do Ensino Fundamental I: Jonas Alves de Araújo, Antenor Serra, Luiz Carlos Aranha Pacheco, Leonor Bicudo Vizenzzotto, Cardoso de Almeida, Nair Amaral, Hernani Donato, Rafael de Moura Campos, Elza Judith e Jesumina Domene Dal Farra.

Anúncios

A escolha dos participantes ao Projeto de Equoterapia é realizada pela Coordenadoria Pedagógica em conjunto com professores de cada unidade escolar, que fazem uma triagem com os alunos que apresentam problemas biopsicossociais.

“O Projeto de Equoterapia trabalha com habilidades básicas para o desenvolvimento humano que afetam no processo de ensino aprendizagem, como atenção, memória, concentração, organização, planejamento, percepção e autoestima, entre outros”, explicou Paula Roberta França, Coordenadoria de Apoio Pedagógico e Especializado.

Além da prática de equitação, que também pode ajudar as crianças com exercícios para o equilíbrio, coordenação, postura e concentração, são desenvolvidas outras atividades visando à responsabilidade e a disciplina.

Sobre a Equoterapia

A equoterapia é um método terapêutico e educacional que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar, nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas com deficiência e/ou com necessidades especiais. Ela emprega o cavalo como agente promotor de ganhos físicos, psicológicos e educacionais.

Esta atividade exige a participação do corpo inteiro, contribuindo, assim, para o desenvolvimento da força, tônus muscular, flexibilidade, relaxamento, conscientização do próprio corpo e aperfeiçoamento da coordenação motora e do equilíbrio.

A interação com o cavalo, incluindo os primeiros contatos, o ato de montar e o manuseio final, desenvolve novas formas de socialização, autoconfiança e autoestima.

Fonte: PMB – Foto: Divulgação/PMB

Talvez te interesse

Últimas

The Economic Development Bureau of the Guangdong-Macao In-Depth Cooperation Zone em Hengqin...

Categorias