Duratex demite 250 e transfere 100 de unidade para Botucatu

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A unidade de Itapetininga da empresa Duratex demitiu 250 funcionários, sendo que outros 100 devem ser transferidos para a unidade de Botucatu e 80 serão mantidos na cidade. A empresa, que produz painéis de madeira no local, afirma que decidiu reduzir a produção na unidade de Itapetininga, temporariamente, por conta do cenário atual da economia brasileira.
 
A Duratex é uma multinacional fabricante de painéis de madeira, louças e metais sanitários, detentora de marcas como a Deca e a Hydra. De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria da Construção Civil e Mobiliário e Cerâmica de Itu e Região, João Ferreira Marciano, a promessa da empresa é de que os funcionários demitidos serão recontratados assim que a situação econômica melhorar. A expectativa, no entanto, é de um cenário mais favorável apenas em 2017.
 
Em nota, a empresa confirmou que, tão logo ocorra a recuperação da economia e do mercado de painéis de madeira, restabelecerão a produção na unidade e priorizarão a recontratação dos colaboradores desligados. A Duratex afirmou, ainda, que a unidade de Itapetininga permanece estratégica para a companhia pela qualidade de seus ativos e uma equipe será mantida para manter parte das operações.
 
O presidente do sindicato da categoria conta que 100 funcionários receberam a proposta de atuar na unidade de Botucatu e os que não aceitarem a oferta serão demitidos. Marciano participou de reunião com a empresa no último dia 15. Segundo ele, os profissionais dispensados já tiveram as homologações marcadas para janeiro e os valores a que têm direito serão pagos à vista. A Duratex diz que os profissionais desligados receberão auxílio de empresa especializada para recolocação no mercado de trabalho.
 
Demissões na região
  
João Ferreira Marciano lamenta a onda de demissões no setor de construção civil. De acordo com ele, na base de atuação do sindicato da categoria, que engloba vinte cidades da região de Itu, estão sendo realizadas de 200 a 250 homologações ao dia. “E olha que só passam pela homologação os funcionários com mais de um ano de serviço”, observa.

Fonte: Jornal Cruzeiro

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes