Defesa Civil confirma 12 mortes após temporal em Santa Catarina

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Em informe divulgado às 18h17 desta quinta-feira (17) pela Defesa Civil, o órgão confirmou que pelo menos 12 pessoas morreram por causa da enxurrada que atingiu o Vale do Itajaí na noite de quarta (16) e madrugada desta quinta. Foram nove óbitos em Presidente Getúlio, dois em Rio do Sul e um em Ibirama.

Lanchonete fica cheia de lama na entrada e tem cadeiras quebradas com temporal em Ibirama — Foto: Prefeitura de Ibirama/Divulgação
Lanchonete fica cheia de lama na entrada e tem cadeiras quebradas com temporal em Ibirama (Foto: Prefeitura de Ibirama/Divulgação)

Ao menos 11 municípios tiveram estragos em Santa Catarina por causa do temporal. Porém, a Defesa Civil afirmou que a destruição de estradas e prejuízos na comunicação dos municípios dificultam o levantamento de informações e confirmação de danos. Em Presidente Getúlio, a prefeitura encaminhou à Defesa Civil um decreto municipal de calamidade pública. Rio do Sul encaminhou de situação de emergência.

  • Presidente Getúlio – atingido por forte enxurrada e nove pessoas morreram. O trajeto onde fica o ribeirão no bairro Revólver ficou todo comprometido, conforme o comandante dos bombeiros voluntários de Presidente Getúlio, Alex Lima. São cerca de 4 quilômetros de ribeirão. “Praticamente todo esse trajeto ficou comprometido com pedras, barreiras, estradas danificadas, etc”, afirmou o comandante. Oito pessoas estão desaparecidas.
  • Rio do Sul – residências foram inundadas. Um abrigo foi montado. Duas pessoas morreram
  • Ibirama – uma pessoas morreu. Prefeitura afirma que houve deslizamentos, alagamentos e quedas de muros e árvores
  • Aurora (Vale do Itajaí) – atingida por alagamentos. Também houve lagoas que transbordaram, inundação de residências e deslizamentos
  • Apiúna (Vale do Itajaí) – danos em ruas e pontilhões
  • Ascurra (Vale do Itajaí) – registrou deslizamentos, enxurrada e danos em ruas e pontes
  • Santo Amaro da Imperatriz (Grande Florianópolis) – teve deslizamentos
  • Palhoça (Grande Florianópolis) – registrou alagamentos e deslizamentos
  • Santa Rosa do Sul (Sul) – teve destelhamentos e dano em ponte
  • Siderópolis (Sul) – deslizamento de terra atingiu casa
  • Urussanga (Sul) – teve deslizamentos, alagamentos e quedas de árvores
Temporal provocou estragos na cidade de Presidente Getúlio, no Vale do Itajaí. Imagem mostra destruição nesta quinta-feira (17) — Foto: Prefeitura de Presidente Getúlio/Divulgação
Temporal provocou estragos na cidade de Presidente Getúlio, no Vale do Itajaí (Foto: Prefeitura de Presidente Getúlio/Divulgação)

Com os estragos, a Defesa Civil enviou itens de assistência humanitária aos municípios. Foram mil cestas básicas, mil kits de limpeza, 3 mil kits de higiene pessoal e mil fardos de água mineral.

O governo do estado informou que o secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas, deve vir a Santa Catarina acompanhar a situação ainda nesta quinta.

Resumo

  • ao menos 12 mortos no Vale do Itajaí, sendo 9 em Presidente Getúlio, 2 em Rio do Sul e 1 em Ibirama
  • ao menos 11 cidades da região registraram alagamentos e deslizamentos
  • há 8 desaparecidos
  • bombeiros receberam mais de 100 chamados por causa da chuva
  • em 12 horas choveu 121 milímetros, segundo o Cemaden

Acumulados de chuva

Carro vai parar com as rodas para cima após temporal na localidade de Valada São Paulo, em Rio do Sul — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Carro vai parar com as rodas para cima após temporal na localidade de Valada São Paulo, em Rio do Sul (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Em 24 horas, choveu 125 milímetros em Presidente Getúlio e 90 milímetros em Rio do Sul até 16h24, conforme a Defesa Civil. Na região, o esperado para o mês de dezembro é de 153 milímetros, conforme a Epagri/Ciram, órgão que monitora as condições meteorológicas do estado. Em Ibirama, foram 85,4 milímetros de chuva.

O governo do estado informou que o secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas, deve vir a Santa Catarina acompanhar a situação ainda nesta quinta.

Fonte: G1 – Foto: Maurício Cattani/NSC TV

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes