Corinthians empata com o Botafogo na Neo Química Arena

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O sábado foi dia de estreia no Corinthians na Neo Química Arena. Jogando pela primeira vez em seu estádio rebatizado, o Timão recebeu o Botafogo pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro e teve de suar muito para evitar a derrota em casa. Depois de sair na frente com um gol de pênalti de Fagner, a equipe de Tiago Nunes sofreu a virada e ainda viu o árbitro Rafael Traci anular um gol de Otero, mas, nos acréscimos, Jô garantiu o empate em 2 a 2. Bruno Nazário e Kalou marcaram para o alvinegro carioca.

Com o tropeço em casa, o Corinthians perdeu a oportunidade de se aproximar da parte de cima da tabela e somar sua segunda vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro, o que diminuiria a pressão sobre o técnico Tiago Nunes. Já o Botafogo, com essa vitória, saiu da zona de rebaixamento da competição.

Agora, o Corinthians foca no Derby da próxima quinta-feira, na Neo Química Arena. Será o primeiro encontro com o Palmeiras após a final do Campeonato Paulista, vencida pelo Verdão, nos pênaltis, no Allianz Parque. O Botafogo, por sua vez, visita o Athletico-PR, na quarta, na Arena da Baixada.

O jogo – Logo aos três minutos de partida, Bruno Nazário quase abriu o placar para o Botafogo. O meia cobrou falta pela esquerda e mandou direto para o gol, forçando Cássio a fazer importante defesa. O Corinthians, por sua vez, respondeu aos nove minutos, quando Fagner alçou a bola na área para Gustavo Silva, que, ao dividir com Benevenuto, foi ao chão, e o juiz marcou pênalti. Na cobrança, Fagner bateu firme e colocou o Timão em vantagem.

Mas, o Corinthians não ficou muito tempo à frente no placar. Aos 21 minutos, o Botafogo acabou empatando a partida com Bruno Nazário. Em nova falta pela esquerda, o meia repetiu a estratégia da bola parada do comecinho do jogo, decidindo testar Cássio novamente, mas, desta vez, o ídolo alvinegro acabou aceitando a bola venenosa.

Daí em diante o Botafogo cresceu na partida. Empolgado com o gol, o time do técnico Paulo Autuori passou a marcar muito mais presença no ataque e aos 29 minutos quase virou a partida com Caio Alexandre, que fez boa jogada individual e bateu de fora da área, mas mandou por cima do gol. E antes das equipes irem para o intervalo o Fogão ainda teve mais uma chance de gol com Honda, que aproveitou a sobra para bater forte, mandando rente à trave esquerda de Cássio.

Segundo tempo

O Corinthians voltou melhor para o segundo tempo. Aos 18 minutos, Jô carimbou a trave depois de matar a bola dentro da área e chutar firme, no cantinho. No minuto seguinte, Otero cobrou falta do meio da rua e dificultou a vida de Gatito Fernández, que fez a defesa em dois tempos.

Mas, foi o Botafogo quem acabou indo às redes. Mais eficiente e apostando no contra-ataque, o time carioca virou o jogo aos 29 minutos com Kalou, que recebeu dentro da área e bateu no cantinho, sem chances para Cássio. Foi o primeiro gol dele pelo Fogão.

Porém, os visitantes quase não tiveram tempo para comemorar. Dois minutos depois, Otero cabeceou no cantinho e deixou tudo igual. O que ele não esperava era que o árbitro Rafael Traci, com o auxílio do VAR, anulasse o tento corintiano, frustrando a equipe comandada por Tiago Nunes.

E quando todos imaginavam que o Botafogo já estava com a vitória garantida, o Corinthians esbanjou perseverança e acabou chegando ao empate nos acréscimos com Jô, que recebeu passe rasteiro de Léo Natel, dentro da área, para completar para o fundo das redes e, ao menos, evitar a derrota do Timão em sua estreia na Neo Química Arena.

CORINTHIANS 2 X 2 BOTAFOGO

Local: Arena Neo Química, em São Paulo (SP)
Data: 5 de setembro de 2020, sábado
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Rafael Traci (Fifa-SC)
Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC)
VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)

Gols: Fagner, aos 11 do 1ºT, e Jô, aos 47 do 2ºT (Corinthians); Bruno Nazário, aos 21 do 1ºT, e Kalou, aos 29 do 2ºT (Botafogo)
Cartões amarelos: Cantillo, Araos (Corinthians); Marcelo Benevenuto (Botafogo)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Danilo Avelar e Lucas Piton; Camacho, Cantillo (Otero) e Araos (Mateus Vital); Ramiro (Boselli), Gustavo Silva (Léo Natel) e Jô
Técnico: Tiago Nunes

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Marcelo Benevenuto, Rafael Forster e Kanu; Kevin, Caio Alexande (David Sousa), Honda, Bruno Nazário (Rhuan) e Guilherme Santos; Kalou e Matheus Babi (Matheus Nascimento)
Técnico: Paulo Autuori

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes