Corinthians consegue acordo na Justiça do Trabalho para parcelar dívidas em seis anos

O Corinthians fechou um acordo com a Justiça do Trabalho para unificar suas dívidas e parcelá-las em 72 vezes (seis anos), evitando penhoras ou perdas de acordos comerciais para cumprir com todas as suas obrigações judiciais.

As dívidas concentradas neste acordo único dizem respeito àqueles processos nos quais o clube já foi condenado e conhece o valor final da dívida a ser paga.

O departamento jurídico do clube, liderado pelo advogado Herói Vicente, disse considerar o acordo um grande passo para a reestruturação do clube.

Os valores não foram divulgados.

O Corinthians vem sendo alvo frequente de processos trabalhistas de ex-funcionários, incluindo ex-jogadores, aqueles que dizem respeito a dívidas pelo regime de contrato CLT.

Parque São Jorge é sede e clube social do Corinthians — Foto: Divulgação
Parque São Jorge é sede e clube social do Corinthians (Foto: Divulgação)

Scroll Up