Conselho do Santos aprova acordo com Huachipato por Soteldo que encerra processo na Fifa

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O Conselho Deliberativo do Santos, em reunião virtual na noite desta quarta-feira, aprovou o acordo com o Huachipato, do Chile, pela cessão dos 50% dos direitos econômicos do atacante Soteldo, que segue no Peixe.

Esse trâmite foi necessário por causa da proximidade das eleições do clube, marcadas para 12 de dezembro. Os conselheiros precisam votar qualquer negociação no clube nesse período de menos de três meses para o pleito.

Como foi a votação:

  • 83 votos aprovando a negociação;
  • 71 votos barrando a negociação;
  • 8 se abstiveram de votar.

O Huachipato, portanto, perdoará uma dívida do Santos de US$ 3,55 milhões (R$ 20 milhões) para voltar a ter 100% dos direitos de Soteldo. O Peixe comprou 50% do venezuelano no começo do ano passado por esse valor, mas nunca pagou um centavo sequer. A dívida será encerrada, e o clube chileno retirará o processo na Fifa que impede o Santos de registrar novos jogadores por três janelas.

Vale lembrar que, apesar do acerto com o Huachipato, o Santos segue bloqueado para realizar contratações pela Fifa por causa de uma dívida com o Atletico Nacional, da Colômbia, pela contratação de Felipe Aguilar, no valor de cerca de R$ 4,5 milhões.

Segundo o acordo, Soteldo permanece no Santos “até que uma proposta de transferência para um terceiro clube atenda as expectativas”. Na prática, uma futura da negociação fica a cargo do Huachipato. O Peixe ainda poderá lucrar com a venda: ficará com 10% do valor que exceder US$ 8 milhões (R$ 45 milhões).

Além disso, o clube chileno bancará 200 mil dólares (R$ 1,1 milhão) para pagar dívidas do Santos diretamente com Soteldo, como luvas e bonificações.

– Na verdade, o Santos nunca teve o Soteldo. O Santos teve o Soteldo dentro de campo, sim, mas pelos direitos econômicos o Santos nunca pagou, sequer pagou o Soteldo. É uma espécie de devolução – explicou o presidente Orlando Rollo, em entrevista coletiva mais cedo.

No pacote, o Huachipato também se comprometeu a retirar da Fifa uma segunda cobrança sobre o Santos, essa de de US$ 7,2 milhões (cerca de R$ 40 milhões). O valor, com juros e multa, é referente à promessa do presidente afastado José Carlos Peres de comprar outros 50% dos direitos econômicos do venezuelano, feita no início do ano, após Soteldo rejeitar uma proposta do Atlético-MG e renovar com o Peixe.

Veja o documento enviado pelo Huachipato ao Santos com detalhes do acordo, aprovado pelo Conselho Deliberativo:

Documento do Huachipato ao Santos sobre Soteldo — Foto: Reprodução
Documento do Huachipato ao Santos sobre Soteldo (Foto: Reprodução)

Voto virtual nas eleições aprovado

Na reunião desta quarta, os conselheiros também aprovaram o voto a distância como alternativa para as eleições presidenciais do Santos, marcadas para o dia 12 de dezembro. O custo estimado da operação é de R$ 35 mil.

O parecer da Comissão Eleitoral foi elaborado por Fernando Reverendo Vidal Akaoui (presidente), Roberto Diz Torres (coordenador), Antonio Aguiar Teixeira, Cassio Frederick Gonçalves Richter e Osvaldo Nico Gonçalves.

Como foi a votação:

  • 128 votaram a favor do voto virtual;
  • 46 contra;
  • 3 se abstiveram de votar.

A ideia do clube é realizar a votação também de forma presencial, em Santos e em São Paulo, como manda o Estatuto. Essa opção, porém, depende de aprovação das autoridades de saúde em razão da pandemia do novo coronavírus.

Os pré-candidatos à presidência do Santos confirmados são: Andrés Rueda, Daniel Curi, Esmeraldo Tarquínio, Fernando Silva, Milton Teixeira Filho, Ricardo Agostinho, Rodrigo Marino e Vagner Lombardi.

Fonte: Yahoo! – Foto: Ivan Storti/Santos FC

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes