Com surto de Covid, abrigo de idosos de Sarutaiá registra oito mortes e mais de 40 casos positivos

Um abrigo de idosos de Sarutaiá, no interior de São Paulo, constatou um surto de coronavírus com oito mortes pela doença e mais de 40 casos positivos. A situação foi divulgada nesta sexta-feira (18) pelo Departamento de Saúde da cidade.

Segundo a prefeitura, a Unidade do Reviver contava com 58 internos, mas oito morreram por complicações da Covid-19 desde segunda-feira (14). Eles estavam internados em Piraju.

Atualmente, o município informou que há 43 idosos diagnosticados com coronavírus, além de oito funcionários. Apenas sete idosos do abrigo testaram negativo para a doença.

De acordo com o Departamento da Saúde, todos os idosos e funcionários receberam, no início do ano, as duas doses da vacina contra o coronavírus, sendo que alguns tomaram CoronaVac e outros, AstraZeneca.

Prefeitura de Sarutaiá disse que fez fiscalização em abrigo de idosos com surto de Covid — Foto: Minuto do Amorim/Divulgação
Prefeitura de Sarutaiá disse que fez fiscalização em abrigo de idosos com surto de Covid (Foto: Minuto do Amorim/Divulgação)

Desde o início dos primeiros casos positivos, a Vigilância Sanitária informou que realizou visitas na Unidade do Reviver e prestou orientações à direção, inclusive quanto ao isolamento dos casos positivos.

Na última quinta-feira (17), a Vigilância Sanitária de Botucatu, Avaré e Sarutaiá fiscalizaram o abrigo e não foram constatadas irregularidades no local. Segundo a prefeitura, todos os protocolos de segurança contra a Covid-19 estão sendo tomados pela direção da unidade.

Ainda conforme o município, não há como precisar como surgiu a contaminação, pois além dos funcionários que trabalham no local, há também idosos que viajavam para atendimento em outras cidades.

Em nota, a prefeitura de Sarutaiá informou ainda que “está oferecendo todo suporte da saúde para a unidade e realizando todo monitoramento para evitar o aumento de casos”.

A reportagem tentou entrar em contato com a Fundação Reviver, a Secretaria Estadual de Saúde e o Ministério da Saúde, mas não obteve retorno até a publicação da reportagem.

Mortes no abrigo

  • segunda-feira (14): homem de 79 anos;
  • terça-feira (15): mulher de 101 anos;
  • quarta-feira (16): três homens, com idades de 82, 89 e 98 anos;
  • sexta-feira (18): homem de 71 anos e mulher de 96 anos.

Fonte: G1 – Foto: Minuto do Amorim/Divulgação

Últimas

Falta de caminhoneiros leva ameaça de desabastecimento ao Reino Unido

26 set 2021

Longas filas de carros em postos de gasolina no Reino Unido ilustraram os temores da população britânica neste...

Categorias

Scroll Up