Com apoio aéreo, suspeito de integrar quadrilha que pratica roubos e furtos em sítios é preso em Piracicaba

A Polícia Civil prendeu um rapaz de 22 anos suspeito de integrar uma quadrilha que realiza furtos e roubos em sítios, em Piracicaba (SP), na manhã desta sexta-feira (5). Segundo a corporação, a quadrilha tem como foco, principalmente, maquinários agrícolas.

A ação foi realizada pela 1ª Delegacia de Investigações Gerais (DIG), com apoio da 2ª Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise), Grupo de Operações Especiais (GOE), Polícia Ambiental e Helicóptero Águia, para cumprimento de mandado de prisão preventiva pelos crimes de roubo e associação criminosa.

Informadas que o foragido estava em uma chácara na área rural, a cerca de 20 quilômetros do Centro de Piracicaba (SP), na Rodovia Samuel de Castro Neves (SP-147), as equipes seguiram até o local, por volta das 11h, e solicitaram apoio de helicóptero por ser um imóvel que faz fundo com uma área de mata, local propício para fuga.

Durante o cerco, o rapaz tentou pular uma janela, mas foi capturado pelos policiais civis, segundo a corporação. No interior do local, foram localizados um revólver calibre 38 com seis cartuchos intactos, além de cinco munições de calibre 357 magnum.

Rapaz foi localizado em chácara a 20 quilômetros do Centro de Piracicaba — Foto: Divulgação/ Polícia Civil
Rapaz foi localizado em chácara a 20 quilômetros do Centro de Piracicaba (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

O procurado ainda indicou duas bicicletas, uma câmera profissional e um arco (tipo “besta”) com flechas, admitindo que foram todos furtados, ainda conforme o registro do caso.

Os policiais também relataram que no local foi localizado um RG falso e um macaco da espécie sagui, preso em gaiola, entregue para a Polícia Ambiental para passar por avaliação veterinária e, depois, ser solto em seu habitat natural.

O rapaz foi levado à sede da 1ª DIG/Deic, onde foi oficializada sua prisão. Segundo a corporação, em 14 de maio de 2020 já havia sido preso um dos principais integrantes da quadrilha, que foi condenado há 18 anos de prisão por latrocínio.

Apreensões:

  • 1 revolver calibre 38
  • 6 munições calibre 38 e 5 munições calibre 357 magnum
  • 2 bicicletas
  • 1 câmera profissional
  • 1 arco tipo “besta”, com flechas
  • 1 RG falso
  • 1 macaco da espécie sagui

Fonte: G1 – Foto: Divulgação/ Polícia Civil

Scroll Up