Cidade de SP deve vacinar adultos de 31 e 30 anos contra Covid-19 a partir da próxima quinta e sexta, diz secretário municipal

A cidade de São Paulo deve começar a vacinar contra a Covid-19 pessoas de 31 e 30 anos a partir da próxima quinta (22) e sexta-feira (23), respectivamente, segundo o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido. O porta-voz, no entanto, destacou que a abertura desses grupos ainda não está confirmada.

“Devemos receber um complemento dessa faixa etária de 30 anos na segunda-feira (19), com mais 120 mil doses de vacina, para que a gente possa então, na próxima quinta-feira (22) e sexta-feira (23), terminar 31 e 30 anos a vacinação aqui na cidade. Não está confirmado”, afirmou Aparecido.

Ainda segundo o secretário, a previsão depende da entrega de doses, que tem acontecido de maneira mais regular. A cada nova faixa etária, a capital recebe cerca de 70% das doses necessárias.

“Agora recebemos 79% e devemos receber, na segunda-feira, o complemento desse lote para podermos completar a vacinação das pessoas acima de 30 anos até sexta-feira que vem”, disse o secretário.

A capital começou a vacinar pessoas com 35 anos nesta sexta-feira (16). Foram registradas longas filas em postos de saúde. O grupo é estimado em cerca de 152 mil pessoas na cidade. No sábado, haverá uma repescagem para quem tem entre 35 e 37 anos, além da aplicação da segunda dose para todos os grupos.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Já pessoas com idade de 34 a 32 devem se vacinar no começo da próxima semana. O público estimado nos três grupos etários é de 435.557 pessoas. Na segunda-feira (19), serão imunizados aqueles com 34 anos; na terça-feira (20), é a vez dos que têm 33 anos e, finalmente, na quarta-feira (21), começa a faixa etária de 32 anos.

Para se imunizar é obrigatório apresentar comprovante de residência na capital e um documento de identificação. Pelo Filômetro, é possível acompanhar a situação de espera nos postos de vacinação contra Covid-19 que estão em funcionamento na cidade.

Veja os grupos prioritários que já podem se vacinar na Cidade de SP

  • Pessoas com comorbidades com mais de 18 anos
  • Pessoas sem comorbidades com mais de 35 anos
  • Pessoas com deficiência permanente, beneficiários do BPC, com mais de 18 anos
  • Pessoas com deficiência permanente (não beneficiários do BPC) acima de 18 anos
  • Gestantes e Puérperas (até 45 dias após o parto), acima de 18 anos, sem comorbidades
  • Gestantes e Puérperas (até 45 dias após o parto) com comorbidades (acima de 18 anos)
  • Aeroportuários do Aeroporto de Congonhas – funcionários do aeroporto e dos serviços auxiliares ao transporte aéreo
  • Aeronautas – funcionários das companhias aéreas nacionais
  • Profissionais de Saúde com mais de 18 anos
  • Estudantes em Saúde cursando o último ano de formação
  • Estudantes de área técnica em saúde, cursando o último ano e em estágio
  • Trabalhadores de transporte coletivo (motoristas e cobradores)
  • Metroviários e ferroviários (área de segurança, manutenção, limpeza e agentes de estação na linha de frente com 47 anos ou mais, além de operadores de trem de todas as idades)
  • Pessoas com Síndrome de Down com mais de 18 anos
  • Pacientes em Terapia Renal Substitutiva com mais de 18 anos
  • Pessoas transplantadas imunossuprimidas com mais de 18 anos
  • Profissionais da Educação com mais de 18 anos
  • Pessoas em situação de Rua Cadastradas nos Centros de Acolhida
  • Trabalhadores de cemitérios públicos e privados do município de São Paulo
  • Trabalhadores no atendimento direto a vulneráveis da SMADS
  • Trabalhadores no atendimento direto a vulneráveis da SMDHC
  • Pessoas em situação de rua com mais de 18 anos
  • População indígena vivendo em terras indígenas com mais de 18 anos
  • Pessoas com 18 anos ou mais com deficiência, residentes em Residências Inclusivas (institucionalizadas)

Fonte: G1

Scroll Up