Cão da raça Pug vendido em São Paulo pode ter sido furtado de família de Botucatu; entenda o caso

Uma postagem em um grupo de Compra e Venda nas redes sociais causou comoção entre os protetores e apaixonados pela causa animal em Botucatu, na noite da quarta-feira (21).

Uma mulher identificada como Juliane fez um pedido de ajuda informando que um amigo na cidade de São Paulo havia comprado um cão da raça Pug, mas que o animal não estava bem e estava desesperado e muito assustado.

Ainda de acordo com a postagem, quem estava com o animal informou que ele havia sido levado de Botucatu, possivelmente furtado de outra família.

A publicação foi compartilhada pela protetora e ativista da causa animal em Botucatu, Luciana Ferreira. Ela afirmou que ainda não encontrou nenhuma família que está à procura de um Pug na cidade e busca divulgar o caso para que a família desse cãozinho possa encontra-lo. Também pode ser que a pessoa tenha mentido para vender o animal ou tenha furtado de outra cidade.

Um dos traços mais marcantes da raça Pug é o apego que ele tem ao seu dono. Considerado um cão de colo, ele é extremamente carente e fica muito triste e nervoso quando está longe de sua família, podendo ficar doente e até morrer por isso, principalmente quando adultos.

Leia Notícias

Scroll Up