Campanha alerta para a importância da alimentação saudável durante a gravidez e a amamentação

Diante de dados preocupantes a cerca dos hábitos alimentares das crianças brasileiras e dos altos índices de obesidade infantil no país, médicos da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul (SPRS) lançaram, nesta quarta-feira (16), a campanha Seu filho é o que você come, que visa conscientizar as mães sobre a maneira como a alimentação delas na gravidez e, principalmente, no período de lactação impacta a saúde e o paladar de seus filhos.

“Nosso objetivo não é desestimular o aleitamento materno. Pelo contrário: queremos incentivar a amamentação e que as mães tenham uma alimentação saudável”, esclarece Matias Epifanio, do comitê de nutrologia da SPRS. Segundo ele, estudos apontam que a falta de certos alimentos na dieta da mãe pode trazer prejuízos para o pequeno no curto e no longo prazo. “Pesquisas já mostraram que até o rendimento escolar pode ser afetado”, conta.

Refeições cheias de frutas, verduras e legumes durantes os nove meses de gestação e o aleitamento materno são capazes também de prevenir que o pequeno desenvolva, no futuro, problemas como obesidade, hipertensão, diabetes e doenças cardiovasculares.

E mais: comer bem nesses períodos contribui para que a criança tenha, desde cedo, um paladar apurado. “Os estímulos sensoriais são advindos da deglutição do líquido amniótico pelo feto. Assim, uma mãe que deseja que seu filho “coma de tudo” já deve ir preparando-o intraútero com sua dieta adequada e variada”, orienta Berenice Lempek dos Santos, que também faz parte do comitê de nutrologia da SPSR. Na amamentação, a regra é a mesma. “A dieta da lactante pode potencializar sabores e aromas do leite materno”, diz Berenice.

Portanto, se o cardápio da mãe está abastecido de frituras, doces e itens gordurosos, a probabilidade de o seu filho ter preferência por esses alimentos – e rejeitar frutas e verduras – é grande. Para criar uma criança boa de prato, os cuidados começam cedo – antes mesmo de ela chegar ao mundo.

Fonte: M de Mulher

Scroll Up