Brasil vence Paraguai e mantém invencibilidade nas eliminatórias da Copa América de basquete

A superioridade do Brasil sobre o Paraguai ficou clara desde o primeiro minuto dos jogo entre as duas seleções pelas Eliminatórias da Copa América, na tarde deste sábado (28/11), mas suas fragilidades também apareceram ao longo da partida, incluindo muitos erros em lances livres e nas bolas de três. O que pintava inicialmente como uma surra acachapante terminou sendo uma vitória com placar elástico, de 73 a 50, mas dentro do esperado. E serviu para confirmar a invencibilidade da seleção brasileira na competição até o momento e para dar uma nova oportunidade para o calouro Caio Pacheco brilhar. O técnico croata Aleksandar Petrović pôde ainda testar todos os seus jogadores, colocando diversas formações em quadra.

Para seguir invicta na competição atual, o Brasil venceu duas partidas contra o Uruguai em fevereiro, por 83 a 72 e 83 a 76. Agora, em novembro, aconteceram as vitórias por 77 a 71 sobre o Panamá e 73 a 50 sobre o Paraguai. A seleção volta a enfrentar essas duas equipes em fevereiro, fechando as Eliminatórias da Copa América, que será jogada em 2022.

O jogo

O jogo confirmou o que se viu na sexta-feira, contra o Panamá: nasce uma estrela na armação brasileira. Aos 21 anos, Caio Pacheco está em casa na bolha da sanitária de Buenos Aires, na Argentina, país onde joga, e exibiu muito talento e velocidade. Cestinha da partida com 18 pontos, mostrou que está na briga por uma vaga na equipe que vai disputar o pré-olímpico em junho e julho, na Croácia. A classificação para as Olimpíadas de Tóquio é, afinal, o grande objetivo do Brasil.

No primeiro quarto, Caio marcou 10 dos 30 pontos da seleção, que encerrou o período vencendo por 30 a 5 sem sequer precisar suar muito. Com isso, Aleksandar Petrović resolveu experimentar novas formações e o time deu uma pequena acomodada. Tanto que o Paraguai venceu o segundo quarto por 22 a 16, reduziu a vantagem de 25 para 19 pontos e o jogo foi para o intervalo com o placar de 46 a 27 para o Brasil.

Na volta para o terceiro quarto, o Brasil seguiu errando muito e terminou perdendo por 15 a 13. Mas recuperou o ritmo no último período, que venceu por 14 a 8, garantindo uma vitória tranquila, por 73 a 50. Além de Caio, Gui Carvalho também mostrou um jogo sólido, com 10 pontos, seis rebotes, três assistências e dois roubos.

Em fevereiro, novamente contra Paraguai e Panamá, o Brasil deve confirmar sua invencibilidade nas eliminatórias. Mais importante, o treinador croata poderá seguir com seus testes, preparando a equipe para o verdadeiro desafio do pré-olímpico.

Resumo:

  • 1ºQ: Brasil 30 x 5 Paraguai
  • 2ºQ: Brasil 46 x 27 Paraguai (16 x 22)
  • 3ºQ: Brasil 59 x 42 Paraguai (13 x15)
  • 4ºQ: Brasil 73 x 50 Paraguai (14 x 8)

Fonte: G1 – Foto: FIVB

Últimas

Ninguém acerta e prêmio da Mega-Sena vai a R$ 120 milhões

28/05/2022

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.485 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (28) no Espaço...

Categorias