Botucatu terá evento em homenagem à memória do treinador Edson Castro

(foto: Sidney Trovão – Arquivo Diário da Serra)


Uma homenagem mais do que justa, desta forma é resumido o evento que ocorrerá no próximo dia 15 de novembro, no campo da Associação Atlética Ferroviária (AAF), em Botucatu. Amigos, ex-jogadoras e familiares realizarão uma partida de futebol feminino denominada “Jogo Beneficente – Para Sempre BFC”, em homenagem ao ex-treinador Edson Castro, que faleceu no dia 7 de março deste ano, aos 51 anos.

Baixinho, como era conhecido pelos amigos, foi um dos principais responsáveis pelos grandes momentos do Botucatu Futebol Clube (BFC) e do futebol feminino no Estado de SP.

Como treinador do BFC, Edson Castro conquistou o tricampeonato Paulista (2006, 2008 e 2009), a Taça Brasil (2006), dois vice-campeonatos da Copa do Brasil (2007 e 2009) e diversos títulos, como: Jogos Regionais e Jogos Abertos do Interior, colocando Botucatu como um dos principais times do Futebol Feminino.

Ao sair do BFC, Edson Castrou passou a comandar o América Futebol Clube, da cidade de São Manuel. O evento em homenagem à Edson Castro terá início a partir das 10 horas e contará com a presença de jogadoras e ex-atletas do futebol feminino que foram comandadas pelo treinador. A entrada é 1 quilo de alimento. O montante arrecadado será destinado para uma instituição de caridade. O Jornal Leia Notícias conversou com Natália Castro, 23 anos, filha de Edson Castro e uma das organizadoras desta partida de homenagem ao seu pai.

 

LEIA NOTÍCIAS – Como surgiu a ideia do evento beneficente?

NATÁLIA CASTRO – Na verdade, surgiu no ano passado, antes mesmo do meu pai falecer. A ideia era fazer um jogo em comemoração aos 10 anos do primeiro título paulista (2006), mas infelizmente não deu tempo. Depois que meu pai faleceu, mudamos o intuito do jogo, que será beneficente, porque quem conheceu meu pai, sabe o quanto ele tinha um coração bom e sonhava sempre em ajudar ao próximo. Achamos que seria justa essa ideia.

LN – Jogadoras que atuaram em Botucatu com o Edson Castro, no BFC, estarão presentes?

NATÁLIA CASTRO – Sim. Nossa intenção é trazer a maioria das meninas que fizeram parte do time, mas infelizmente algumas não poderão comparecer. Algumas têm compromisso e outras estão em temporada fora do Brasil. Mesmo assim, temos mais ou menos 30 nomes confirmados. Entre as jogadoras que virão, estão a zagueira Mônica e a meia Rena Costa (Koki), que também serviram a Seleção Brasileira. Até a semana que vem mais nomes devem ser confirmados.

LN – Além desta homenagem, o jogo tem algum outro objetivo?

NATÁLIA CASTRO – A intenção é reunirmos pessoas e empresários que apoiam o futebol feminino aqui da cidade. A Geizi Vaz, ex-jogadora e capitã, que desde o começo sempre esteve ao lado do meu pai, tem um projeto de escolinha de futebol feminino com categoria de base.

LN – Você, como filha, como vê essa homenagem ao seu pai?

NATÁLIA CASTRO – Além de muito ansiosa, estou muito feliz. Sei o quanto ele foi importante na vida de muitas pessoas. Sempre me orgulhei de cada passo que ele deu e farei o possível, sempre, para ser pelo menos metade do que ele foi. Creio que será um dia feliz, pois sei que em alma ele estará presente. A data é especial, a partida será realizada no dia do aniversário dele. Meu pai iria completar 52 anos neste dia 15. Contamos com a presença de todos.

 

Jornal Leia Notícias

Scroll Up