Botucatu: Sabesp flagra quatro ligações clandestinas em loteamento

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) registrou na tarde desta quinta-feira, 11 de fevereiro, quatro casos de ligações diretas clandestinas de água em lotes no empreendimento Altos da Serra, em Botucatu. Duas denúncias resultaram em constatação flagrante de irregularidades.

O fato foi confirmado pela Sabesp, que, por meio de nota oficial, ressaltou que a Guarda Civil Municipal foi acionada para a verificação junto às equipes da empresa. Boletins de Ocorrência foram elaborados no início da noite para apurar as responsabilidades.

“A Companhia alerta que a fraude prejudica toda a população. Quem comete o crime não se preocupa com o desperdício, utilizando a água de forma irracional, pois acredita que não irá pagar pelo consumo. Além disso, nessas ligações irregulares é frequente a ocorrência de vazamentos que podem causar infiltrações, tanto no imóvel do fraudador, quanto nos imóveis vizinhos”, salientou a Sabesp na nota.

Somente em 2020, a estatal realizou 496 vistorias por suspeita de fraudes, sendo 73 irregularidades confirmadas. Este tipo de irregularidade consiste em ligações feitas diretamente na rede de água da Sabesp, popularmente conhecidas como gatos. Elas desviam a passagem de água ou alteram a medição de consumo, com a manipulação do hidrômetro.

Fraudes como ligações clandestinas são tipificadas como crimes previstos no Código Penal Brasileiro, cuja pena pode acarretar prisão de 2 a 8 anos, além de multa. Caracteriza-se como furto qualificado. A Sabesp explica que, mesmo se esta irregularidade for realizada por terceiros, o proprietário do imóvel será processado. 

Denúncias podem ser feitas diretamente no site da Sabesp (www.sabesp.com.br), ou pelos telefones 195 ou 181, não necessitando de identificação.

Flávio Fogueral – Jornal Leia Notícias

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes