Botucatu: Prefeitura não responde se estudo da Vacinação em massa impede que medidas restritivas sejam adotadas. Infectologista disse que não há proibição

O aumento de casos positivos diários de Covid-19 em Botucatu, assim como o grande número de internações e mortes em função da doença tem causado preocupação na população botucatuense.

Apesar do pior momento da pandemia na Cidade, a Prefeitura, até o momento, não divulgou nenhuma medida para conter o avanço dos casos e restringir a circulação de pessoas, que estão propagando o vírus.

A reportagem do Jornal Leia Notícias questionou a Prefeitura se há algum item no estudo da Vacinação em massa que impediria tomar alguma atitude para aumentar as restrições e fiscalizações, mas o Poder Público, através da Secretária de Comunicação, não respondeu esse questionamento e disse apenas que: “A Prefeitura seguirá as orientações do Plano SP. A Vigilância Sanitária continuará atuando na fiscalização de estabelecimentos”.

Já o médico infectologista da Unesp de Botucatu, Dr. Carlos Magno Fortaleza, responsável pelo estudo, disse que não existe esse item no projeto. “Esse estudo não tem qualquer ligação com questões relacionadas a distanciamento social, ou seja, não é por causa do estudo que deve se parar o distanciamento social. Ao contrário do que eu li nas redes sociais, não há nenhum item do estudo que proíba lockdown, que proíba ações de distanciamento, ou qualquer medida para evitar a transmissão da Covid, pelo contrário, essas medidas associadas a vacinação podem trazer um melhor resultado para o estudo. O Próprio Plano São Paulo, que nós nos comprometemos seguir para que a gente não abrisse de vez a cidade, que seria péssimo, inclusive para vacinação, permite e, inclusive, incentiva que prefeitos municipais, observando a situação do seu munícipio, possam fazer medidas mais restritivas do que aquelas que o Governo do Estado propõe”, respondeu.

Segundo o Boletim divulgado pela Prefeitura na noite de quinta-feira, 10, Botucatu conta, no momento, com 947 munícipes contaminados pelo novo coronavírus.

São 106 moradores da Cidade internados nos hospitais em tratamento contra a doença. Deste total, 34 estão em UTI. Botucatu soma 245 mortes de munícipes pela Covid-19.




Jornal Leia Notícias

Scroll Up