Botucatu: Prefeitura emite Nota Oficial após denúncia ao MP de contrato de R$ 550 mil com a AAB

Após a denúncia apresentada ao Ministério Público, que pede instauração de inquérito para apurar suposto cometimento de improbidade administrativa realizada pela Prefeitura de Botucatu quanto a contratos de locação de espaços esportivos, principalmente no período de pandemia do novo coronavírus, que teriam custado R$ 552 mil aos cofres públicos, feita pela vereadora Rose Ielo (PDT), a Prefeitura de Botucatu se posicionou através de uma nota oficial, no final da tarde desta terça-feira, 08.

representação foi protocolada no dia 3 de setembro, tendo como autora a vereadora Rose Ielo (PDT) e solicita que a promotoria pública apure a contratação de uso de equipamentos esportivos na Associação Atlética Botucatuense (AAB) por parte da Prefeitura de Botucatu, tendo citados o prefeito Mário Pardini (PSDB) e o secretário municipal de esportes e qualidade de vida, Geraldo Pupo.

Abaixo a nota emitida pela Comunicação da Prefeitura de Botucatu:

A Prefeitura foi comunicada oficialmente do procedimento no final da
tarde desta terça-feira, 08, e encaminhará ao Ministério Publico os
esclarecimentos solicitados.

A Prefeitura recorda que as contas da Administração Municipal estão
todas disponíveis no Portal da Transparência em seu site oficial e
reitera que as relações com instituições da Cidade, além de datarem por
grande período e várias gestões, sempre são pautadas na lisura e
transparência.

LEIA MAIS: Botucatu: MP deve investigar contrato de R$ 550 mil da Prefeitura de Botucatu para locação de espaços na AAB

Leia Notícias – com Notícias Botucatu