Botucatu: Nova demissão em massa de 200 trabalhadores pode ocorrer na Caio nesta quarta. Sindicato fará reunião com a empresa para evitar cortes

Após a demissão de cerca de 270 funcionários no último dia 21 de setembro, a empresa Caio pode realizar mais desligamentos de funcionários nesta quarta-feira, 29, em Botucatu.

De acordo com informações, não confirmadas pela empresa, cerca de 200 trabalhadores poderiam ser demitidos entre hoje e até o final da semana.

A reportagem foi informada que ocorrerá nesta tarde, por volta das 15h30, uma reunião do Presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Botucatu e Região, Cláudio Beiço, com pessoas ligadas ao Grupo Caio, para evitar que ocorram novas demissões.

Na semana passada, sobre as demissões dos funcionários, a assessoria da Caio havia destacado que “a situação do mercado de ônibus não evoluiu como esperado, devido às incertezas políticas e econômicas, também agravadas pela pandemia. Essa instabilidade impacta toda a cadeia produtiva.”, e que “infelizmente foi necessário o desligamento de alguns colaboradores do Grupo para reduzir a defasagem entre a quantidade de pedidos e produtos programados para a produção. É necessário frisar que foram priorizados, o máximo possível, os aposentados e aqueles que gostariam de ser desligados por motivos pessoais”.

LEIA MAIS


Jornal Leia Notícias

Scroll Up