Botucatu: Motorista de aplicativo de 72 anos mentiu sobre roubo após ter carro apreendido por falta de pagamento

A Polícia Civil de Botucatu, através da GCM e Polícia Militar, descobriu que o motorista de aplicativo de 72 anos,morador do Jardim Brasil, mentiu sobre o assalto do qual teria sido vítima, no último dia 8 de abril;

Um idoso, que perdeu o carro por não pagar as parcelas do financiamento do veículo, inventou que havia sido assaltado durante uma corrida, por dois homens. Vizinhos ficaram sensibilizados com a história e divulgaram uma “vakinha virtual” para ajudar o motorista que relatou estar sem condições de manter a casa sem o trabalho com transporte de passageiros.

Após a divulgação da ação, a Polícia descobriu que nenhum Boletim de Ocorrência havia sido registrado.

Ao questionar o idoso, ele acabou confessando que inventou a história por vergonha.

Agora, o idoso será investigado pelo crime de estelionato, pois usou de informações falsas e da sensibilidade da população para arrecadar dinheiro.