Botucatu: Jardim Paraíso receberá ação de nebulização contra a dengue nesta quinta, 27

A Vigilância Ambiental em Saúde realizará no final da tarde desta quinta-feira, 27, a atividade de nebulização (aplicação de inseticida) em 6 quarteirões do Jardim Paraíso, região norte da Cidade. A ação ocorrerá por conta de um caso importado de dengue registrado no bairro e complementará outras atividades realizadas com o objetivo de reduzir criadouros do mosquito Aedes aegypti e interromper o ciclo de transmissão desta doença.

A equipe da Vigilância Ambiental em Saúde iniciará a nebulização a partir das 17 horas com término previsto para as 18 horas. Em caso de chuva ou ventos fortes a ação será reagendada.

Para essa atividade de nebulização será utilizado um mini gerador de aerossol acoplado a um veículo, que permite a aplicação de inseticida a ultra baixo volume em larga escala. Os moradores não necessitarão sair das residências durante a ação, mas é necessário seguir algumas recomendações como deixar portas e janelas abertas, não permanecer na calçada durante a aplicação do inseticida e não deixar gaiolas de pássaros na frente dos imóveis. O produto agirá apenas no momento da aplicação, portanto a eliminação das condições favoráveis à proliferação do Aedes aegypti através da manutenção adequada dos recipientes com água parada, ainda é a melhor forma de combater a dengue, visto que 5,17% dos imóveis trabalhados estavam com larvas do mosquito transmissor.

“Este índice representa risco de transmissão, pois a classificação proposta pelo Ministério da Saúde é de que, no caso de menos de 1% dos imóveis avaliados estiverem com larvas, o resultado é satisfatório. Se o apontado for de 1 a 3,9% dos imóveis, representa sinal de alerta e acima de 4% risco de transmissão das arboviroses como a dengue, Chikungunya e Zika vírus”, afirmou Valdinei Campanucci, Supervisor de Serviços de Saúde Ambiental e Animal.

É importante que a população procure atendimento médico ao aparecimento de sintomas como febre alta, dor de cabeça, dor no fundo dos olhos, dores musculares, manchas vermelhas na pele, cansaço e indisposição, pois se houver a suspeita de dengue ou de outra arbovirose, como a Chikungunya, o caso será notificado e as ações para quebrar o ciclo de transmissão serão desencadeadas oportunamente.

Em 2022 foram confirmados 2 casos importados de dengue em Botucatu.

Comunicação