Botucatu inicia segunda etapa do lockdown a partir das 20h desta sexta (26)

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A partir das 20 horas desta sexta-feira, 26 de março, tem início a segunda etapa do lockdown instituído em Botucatu. As medidas têm objetivo de coibir a propagação da Covid-19 por meio da restrição da circulação de  pessoas e fechamento de diversas atividades econômicas, mesmo as consideradas essenciais.

Tais determinações estão no decreto decreto 12.245, que terão vigência até as 6 horas de segunda-feira, 29 de março.  O funcionamento das atividades será permitido somente às consideradas emergenciais como  farmácias, hospitais e Prontos Socorros.

Atividades comerciais terão algumas exceções como postos de combustíveis, exclusivamente para abastecimento dos serviços públicos municipais, estaduais e federais, inclusive polícia militar e ambulâncias. Também poderão atender a entregadores de delivery. Já o setor de alimentação funcionará apenas por meio de entregas, incluindo supermercados, mercearias, hortifrutis e padarias. Não haverá permissão de retirada no local em sistema de drive-thru.

No período de abrangência do decreto, estão proibidas todas as atividades comerciais, de prestação de serviços, industriais e lotéricas, quer para o atendimento presencial, quer para a prática de atividades internas, externas, produtivas, de manutenção, de limpeza ou outra de qualquer natureza, exceto segurança.

O decreto ainda suspende os serviços públicos municipais, estaduais e federais, incluindo o atendimento ao público, exceto os serviços de saúde, de segurança, de justiça de urgência, de fornecimento e tratamento de água, de energia elétrica, de saneamento básico, de coleta de lixo orgânico, de telecomunicações, de assistência social, serviços funerários, cemitérios, de segurança alimentar e os serviços administrativos que lhes deem suporte.

O transporte coletivo atenderá somente a profissionais do setor de saúde envolvidos diretamente com o combate à covid-19, sendo vinculados ao Hospital das Clínicas (HCFMB), Hospital do Bairro ou mesmo a rede privada de saúde. Devem apresentar crachás ou documentos de identificação profissional.

A obrigatoriedade do uso de máscaras prossegue, conforme a lei estadual. Forças de segurança deverão novamente a intensificar barreiras nas principais vias de acesso da Cidade para prestar orientação. Já no período de vigência das medidas restritivas, serão promovidos patrulhamento pelos bairros a fim de coibir aglomerações.
No primeiro final de semana do lockdown, os índices de isolamento social foram de 39 a 56%, no domingo (21), conforme aferição do Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI), do governo do Estado. Pelo cálculo, mais 82.800 pessoas respeitaram as medidas restritivas na Cidade.

Nesta semana Botucatu registrou 368 novos casos de Covid-19, passando de 9253 a 9621 infectados no acumulado, desde o início da pandemia. Entre 12 e 19 de março a Cidade havia constatado 967 moradores positivos ao novo coronavírus.

Há 80 botucatuenses internados para tratamento médico contra a enfermidade, enquanto outros 488 encontram-se em quarentena domiciliar obrigatória. A pandemia ainda registrou onze mortes nesta semana totalizando 137 até esta quinta-feira, 25 de março. Em contrapartida, 8933 botucatuenses se recuperaram da enfermidade.

Flávio Fogueral – Jornal Leia Notícias

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes