Botucatu: IBB/Unesp retomará por completo atividades didáticas presenciais

O Instituto de Biociências da Unesp de Botucatu (IBB) anuncia que serão retomadas, por completo, as atividades didáticas presenciais a partir de 3 de janeiro de 2022. Para que a volta dos alunos aconteça com a maior segurança possível, todos realizarão testes para COVID-19 nas duas primeiras semanas do ano, de tal forma que 100% dos estudantes, docentes e servidores técnico-administrativos serão monitorados.

De acordo com a Direitoria do IB, serão realizados ajustes nos horários escolares, atualização dos protocolos vigentes e observância aos casos excepcionais registrados junto à Diretoria Técnica Acadêmica. Neste sentido, aulas práticas (já iniciadas parcialmente outubro/2021), aulas teóricas e avaliações deverão retomar o formato presencial a partir de 3 de janeiro de 2022.

“As atividades essenciais foram mantidas durante toda a pandemia e em setembro deste ano grande parte das atividades presenciais no câmpus retornou, incluindo os serviços da Biblioteca e CCI, estágios curriculares e extracurriculares, sempre seguindo os protocolos sanitários. Desde então, observamos condições epidemiológicas para o retorno presencial”, destaca o diretor do IBB, professor Luiz Fernando Rolim de Almeida.

Ainda segundo o diretor, a Congregação –  colegiado máximo da Unidade – , após ampla discussão, trouxe elementos suficientes para a referida tomada de decisão observando os apontamentos do Comitê COVID local. “Certamente esse fato traz novos desafios que fazem parte de uma instituição pública mantida pelos esforços da sociedade”, acrescenta o professor Willian Fernando Zambuzzi, vice-diretor do IBB/Unesp.

Dúvidas e sugestões podem ser encaminhadas pelo e-mail [email protected] e/ou em agendamentos de reuniões pelo número 14 3880-0845.

“Contamos com a compreensão e colaboração de todos para receber nossos estudantes de volta com o mesmo empenho e comprometimento que fazem parte de nossa história. Esse é o IBB e a Unesp presentes na retomada das atividades presenciais”, finaliza o professor Luiz Fernando.

Scroll Up