Botucatu: Em 20 dias, Covid-19 teve aumento de 71% de casos positivos, 100% de óbitos, 145% de pacientes na UTI do HC e 102% de recuperados

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

No dia 29 de maio, o Prefeito de Botucatu, Mário Pardini, editou e publicou um Decreto Municipal com a flexibilização das atividades econômicas da Cidade, seguindo as propostas do Governo do Estado de São Paulo, com a liberação de diversas atividades, como comércio, shopping, igrejas, bares, restaurantes, escritórios, salões de beleza, entre outros.

O primeiro dia de flexibilização das atividades foi 1º de junho, com intensa movimentação de pessoas.

Nesse período, a Guarda Civil Municipal precisou agir para fechar diversas festas clandestinas pela cidade, com centenas de pessoas presentes. Também foram denunciadas aglomerações em bares com show de música ao vivo, ônibus circulares lotados, com a diminuição de linhas e o retorno dos serviços, grandes filas em lotéricas, bancos e caixas de supermercados, entre outros problemas.

Os proprietários dos estabelecimentos e sindicatos pediram que a população respeitasse as normas e exigências, para que não ocorresse um novo fechamento.

Vinte dias após a Flexibilização, os números da Covid-19 pioraram na Cidade de Botucatu. Um dos problemas enfrentado foi o surto do novo coronavírus em duas casas de repouso na Cidade, que vitimou fatalmente 6 idosos.

Em vintes dias, houve aumento considerável em casos positivos, óbitos e de pacientes internados na UTI exclusiva para Covid-19 no Hospital das Clínicas, o único hospital público da Cidade, que também recebe pacientes da região. Os pacientes curados também aumentaram em mais de 100% nesse período.

Os números foram divulgados pelo Secretário de Saúde de Botucatu.

Casos Positivos
Aumento de 71%
(dia 1° – 297 casos / dia 20 – 508 casos)

Óbitos
Aumento de 100%
(dia 1° – 7 óbitos / dia 20 – 14 óbitos)

Pacientes internados na UTI de Covid-19 do HC
Aumento de 141%
(dia 1° – 5 pacientes / dia 20 – 12 pacientes)

Recuperados de Covid-19
Aumento de 102%
(dia 1° – 169 pacientes / dia 20 – 342 pacientes)

Grande parte da população, nas redes sociais, defende a reabertura total do comércio, mas exige uma maior fiscalização e organização geral, para que a aglomeração não ocorra em nenhum local.

Assista ao vídeo divulgado pela Prefeitura com os números do dia 1º de junho:


Assista ao vídeo divulgado pela Prefeitura com os números do dia 20 de junho:

Leia Notícias

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes