Botucatu: Auxílio emergencial e pós feriado causam enorme fila na agência da Caixa

A volta do feriado nesta quarta-feira, 15 de abril, causou grande procura às agências bancárias em Botucatu. No entanto, na Caixa Econômica Federal, na rua General Telles, teve aglomeração acima do normal, com fila chegando a dar volta no quarteirão.

Um dos motivos, além das habituais contas e benefícios sociais diversos, é o início do pagamento referente ao auxílio emergencial para àqueles afetados pela pandemia de Covid-19. Uma das medidas para se evitar a doença, inclusive, é o distanciamento social e o contato com outras pessoas.

Todo o quarteirão estava interditado para o trânsito de veículos. A Guarda Civil Municipal (GCM) e a Polícia Militar (PM) estiveram no local para o suporte em caso de alguma intercorrência ou mesmo descumprimento das normas de distanciamento. Até as 11 horas, a fila seguia até a Avenida Dom Lúcio e voltava para a Rua General Telles. Havia marcação de distanciamento na calçada somente até após o estacionamento da agência bancária.

Funcionários do banco faziam triagem com os clientes e populares, a fim de sanar dúvidas quanto ao pagamento do auxílio. Muitas pessoas ouvidas pelo Notícias ressaltaram que estavam na fila também para verificar problemas pontuais quanto à liberação do benefício. Outras frisavam estar há mais de uma hora e que precisavam pagar boletos e contas vencidas. Alguns populares usavam máscaras de proteção, mas outros não respeitavam o distanciamento recomendado (de dois metros), além de pessoas do chamado grupo de risco (com 60 anos ou mais).

Auxílio emergencial

Paga a trabalhadores informais de baixa renda e a beneficiários do Bolsa Família, a renda básica emergencial de R$ 600 ou de R$ 1,2 mil para mães solteiras será depositada de forma automática para quem já está inscrito no Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico) a partir de quinta-feira (9) e tem conta no Banco do Brasil e na Caixa Econômica Federal. Os demais trabalhadores terão de se cadastrar no aplicativo Caixa Auxílio Emergencial ou no site Auxílio Caixa e começarão a ser pagos até o dia 14.

Quem está no Bolsa Família não precisa se cadastrar e receberá o auxílio emergencial no mesmo dia do pagamento do programa social, que ocorre entre nos últimos dez dias úteis de cada mês. O beneficiário desse grupo receberá o maior valor entre o Bolsa Família e a renda básica emergencial no fim de abril, de maio e de junho.

Nesta fase, o dinheiro será depositado em contas poupança digitais ou na conta corrente informada pelo beneficiário e só poderá ser movimentado eletronicamente. O calendário para saques em bancos, casas lotéricas ou correspondentes bancários será divulgado posteriormente.

O auxílio emergencial começará a ser sacado em dinheiro no próximo dia 27. Os saques ocorrerão conforme o mês de nascimento do beneficiário.

Por Flávio Fogueral

Últimas

Migrantes haitianos recuperam a esperança no México

25 set 2021

O México é uma luz no fim do túnel para os cerca de 300 migrantes haitianos...

Categorias

Scroll Up