Banhistas causam aglomeração e são dispersados com bombas de gás pela PM no litoral de SP; vídeo

Uma multidão foi dispersada pela Polícia Militar em Bertioga, no litoral de São Paulo, após invadir uma praia que estava fechada, causando aglomeração. A ação da PM para retirar os banhistas ocorreu na manhã desta sexta-feira (1º), quando o acesso à faixa de areia ainda era proibido.

O momento em que os agentes retiram os banhistas foi registrado por moradores do local em vídeos que passaram a circular em redes sociais.

As imagens mostram centenas de pessoas na faixa de areia, e o momento em que equipes da PM se aproximam e começam a dispersar a multidão, com o uso de ‘explosivos de efeito moral e gás lacrimogênio’, conforme a corporação.

Segundo a polícia, a ação ocorreu às 5h30, na Riviera de São Lourenço, no Módulo 6. A PM explica que cerca de 20 policiais foram acionados para dispersar a multidão.

A prefeitura determinou que as praias ficariam fechadas das 19h do dia 31 de dezembro até às 7h do dia 1º de janeiro. O bloqueio incluía a faixa de areia, jardins e calçadões.

A aglomeração, segundo testemunhas, ocorreu durante toda a madrugada. De acordo com a corporação, algumas pessoas xingaram e lançaram garrafas em direção às equipes, mas não houve feridos.

Bertioga conta com o reforço de 195 policiais militares durante a Operação Verão, que começou no dia 22 de dezembro e segue até 17 de fevereiro de 2021.

O efetivo, que é 30% maior em comparação ao ano passado, tem como objetivo reforçar a segurança nesse período de temporada, quando a cidade recebe um número maior de visitantes. Por causa da pandemia, os policiais são instruídos a orientar e monitorar pessoas que circulam na rua, para garantir o cumprimento de normas de distanciamento social e uso da máscara e evitar aglomerações.

Explosivos de efeito moral foram utilizados para dispersar a multidão — Foto: Reprodução/Aconteceu em Bertioga
Explosivos de efeito moral foram utilizados para dispersar a multidão (Foto: Reprodução/Aconteceu em Bertioga)

Fonte: G1 – Foto: Reprodução/Aconteceu em Bertioga

Scroll Up