Austrália não irá impugnar extradição de Assange

A Austrália não irá impugnar a extradição para os Estados Unidos do fundador do Wikileaks, Julian Assange, e confia no sistema judicial britânico, anunciou nesta quinta-feira um ministro do governo.

“Temos confiança na independência e integridade do sistema judicial britânico”, declarou o senador e ministro da Fazenda australiano, Simon Birmingham, ao canal de TV nacional ABC. Segundo ele, o governo australiano não irá disputar a extradição.

Um tribunal britânico emitiu nesta quarta-feira uma ordem formal para que Assange seja extraditado para os Estados Unidos a fim de ser julgado pela divulgação de arquivos secretos sobre as guerras no Iraque e no Afeganistão.

Birmingham destacou que Assange tem o direito de recorrer junto ao mais alto tribunal da Grã-Bretanha, e que a Austrália forneceria assistência consular ao seu cidadão detido.

Fonte: Yahoo!