Arce, ex-Palmeiras e Grêmio, perde filho em grave acidente de carro

Uma tragédia envolvendo a família do técnico Francisco Arce, do Cerro Porteño, abalou o Paraguai. O filho de Arce, Alexsandro Javier, de 20 anos, se envolveu em um grave acidente de carro na cidade de Luque, não resistiu aos ferimentos e morreu na manhã deste domingo, de acordo com informações de diversos veículos da imprensa local.

Segundo o “ABC”, o carro dirigido por Alexandro Javier Arce Añazco atingiu em cheio uma árvore à beira da estrada Silvio Pettirossi, em frente ao Parque Ñu Guasu, em Luque, por volta das 6h30 (horário local). Ele teria morrido quase que instantaneamente com o forte impacto, que deixou o veículo completamente destruído. Quando os bombeiros chegaram ao local, ele já não tinha mais sinais de vida, de acordo com o jornal.

Francisco Arce, então, teria sido chamado ao local, onde reconheceu o corpo do filho. O ex-jogador de Palmeiras e Grêmio está no comando do Cerro Porteño, e, atualmente, disputa as oitavas de final da Copa Libertadores contra o Fluminense – o time brasileiro venceu o primeiro jogo por 2 a 0, e a partida de volta está marcada para a próxima terça, no Rio de Janeiro.

Francisco Arce é técnico do Cerro Porteño desde o fim de 2019 — Foto: Divulgação/Cerro Porteño
Francisco Arce é técnico do Cerro Porteño desde o fim de 2019 (Foto: Divulgação/Cerro Porteño)

O Cerro Porteño emitiu uma nota de pesar, lamentando a morte de Alexsandro e prestando condolências a Arce e seus familiares.

– Nestes momentos de tristeza e pesar, nos juntamos à dor dos familiares e expressamos solidariedade de todos os cerristas por tão lamentável acontecimento. Rogamos pelo eterno descanso de seu ente querido e o consolo de toda a família – diz a nota.

Fonte: G1 – Foto: ABC