Aluno de 13 anos apreendido por esfaquear funcionárias de escola em Laranjal Paulista levou faca escondida no moletom, diz Guarda

O adolescente de 13 anos que foi apreendido depois de atingir com golpes de faca duas funcionárias da Escola Municipal Domingos Fuglini, na zona rural de Laranjal Paulista (SP), levou o objeto utilizado para ferir as servidoras escondido no moletom, segundo a Guarda Civil Municipal (GCM).

O comandante Marcos Roberto Chennecdge, da GCM, contou que o aluno atingiu uma secretária da escola e uma ajudante aprendiz no momento em que iria entregar uma atividade para elas, na tarde de segunda-feira (13).

“Feita essa entrega, ele já estava com uma faca no moletom. De imediato ele retirou a faca e atingiu as pessoas que estavam mais próximas dele. Ele desferiu o golpe na altura do ombro, na adolescente de 17 anos, e a secretária que trabalha junto com ela interveio de imediato, e levou um ferimento na mão. Ela conseguiu fazer com que a faca caísse no chão, alguns colaboradores também ajudaram a fazer a contenção e nisso nós chegamos ao local”, relata.

De acordo com o comandante, o adolescente não tinha um alvo específico e contou aos agentes que “não estava mais aguentando a vida que levava” e queria “tomar uma atitude drástica”.

“Em momento algum ele deu os golpes na secretária e na atendente por ter algum tipo de vínculo com elas. Segundo o relato dele, ele golpearia qualquer outra pessoa que estivesse na frente dele”, explica Chennecdge.

Os guardas municipais foram os primeiros a chegar na escola depois da ocorrência, que também mobilizou policiais e Corpo de Bombeiros. Depois de atingidas, as funcionárias foram levadas à Santa Casa da cidade com ferimentos leves, mas receberam alta logo em seguida.

Crime ocorreu na Escola Municipal Domingos Fuglini, em Laranjal Paulista (SP) — Foto: TV TEM/Reprodução
Crime ocorreu na Escola Municipal Domingos Fuglini, em Laranjal Paulista (SP) (Foto: TV TEM/Reprodução)

O crime ocorreu no dia de retomada das aulas presenciais nas escolas municipais de Laranjal Paulista. Apesar disso, o aluno que esfaqueou as funcionárias não fazia parte do grupo que teria aula nesta segunda e foi ao local apenas para entregar uma atividade.

“A gente realmente fica assustado porque a gente não espera que isso vai acontecer. A gente vê na televisão, mas não imagina que vai acontecer na rua da gente, com os filhos na escola. Foi um caso que chocou. A gente fica com medo porque é muita criança, filho, sobrinho na escola”, contou uma mãe de aluno, Ivani da Silva Lima, à reportagem.

Providências

A Polícia Civil informou que o adolescente foi apreendido e levado à Fundação Casa de Iaras. Os envolvidos prestaram depoimento, e o caso está sendo investigado como ato infracional de tentativa de homicídio. A faca utilizada no crime foi apreendida.

Após o ocorrido na segunda-feira (13), por volta das 16h, a prefeitura informou que as aulas foram interrompidas na escola, mas foram retomadas normalmente nesta terça (14).

De acordo com a diretoria da Escola Municipal Domingos Fuglini, os funcionários desconheciam o fato de que o aluno tivesse qualquer tipo de problema na escola ou transtornos.

Alguns amigos do estudante também contaram que nunca imaginaram que ele pudesse fazer isso e que ele era bastante tranquilo.

A Guarda Civil Municipal e a escola informaram que reforçaram o patrulhamento ao redor da unidade e vão tomar medidas para prevenir esse tipo de ataque.

Em nota, o Ministério Público também disse que o caso será analisado e que vai adotar as medidas pertinentes.

Fonte: G1

Scroll Up