Agentes flagram centenas de papelote de ‘maconha sintética’ em pacote de bolacha enviado a detento em Bauru

Agentes de segurança do Centro de Progressão Penitenciária (CPP-1) de Bauru (SP) apreenderam nesta sexta-feira (29) mais de 600 papelotes de K4, espécie de maconha sintética, dentro de um pacote de bolacha enviado a um detento. Segundo a penitenciária, o remetente era a mãe do preso.

O K4 é uma droga produzida artificialmente em laboratórios clandestinos e que provoca efeitos muito parecidos com os da maconha – por isso, o entorpecente é conhecido como “maconha sintética”.

O entorpecente, num total de 630 unidades da droga, foi encontrado no interior das rosquinhas que estavam no pacote de bolacha.

Agentes flagram mais de 600 papelotes de ‘maconha sintética’ enviada a detento em pacote de bolacha em Bauru (Foto: SAP/Divulgação)

A apreensão ocorreu durante a revista manual em uma embalagem que fora encaminhada para a unidade através do serviço de Sedex, dos Correios.

Segundo a diretoria do CPP-1, um boletim de ocorrência foi registrado para investigação da Polícia Civil. A unidade também instaurou procedimento disciplinar interno para apurar a cumplicidade do preso que receberia a droga.

Recentemente, outra encomenda de alimento foi interceptada em penitenciária de Bauru contendo unidades de K4. Em agosto, agentes do CPP-2 encontraram várias unidades de K4 escondidas em fatias de pão de forma.

Em agosto deste ano, agentes do CPP-2 flagraram ‘maconha sintética’ enviada por mãe de detento em fatias de pão de forma — Foto: SAP/Divulgação
Em agosto deste ano, agentes do CPP-2 flagraram ‘maconha sintética’ enviada por mãe de detento em fatias de pão de forma (Foto: SAP/Divulgação)

Fonte: G1 – Foto: SAP/Divulgação

Últimas

Botucatu: Obituário 7 de dezembro

07 dez 2021

Aurora Lopes de Andrade – 85 anos Sepultamento 07/12/21 às 15h no Cemitério Jardim Velório Complexo...

Categorias

Scroll Up