A um ano das Olimpíadas, Tóquio apresenta medalhas feitas com metais reciclados

Faltando exatamente um ano para o início dos Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio, no Japão, o comitê local apresentou oficialmente as medalhas da competição, em evento realizado na capital do país.

O design escolhido busca representar o lema das Olimpíadas de Tóquio, que diz que as glórias dos atletas vêm com pequenas vitórias no dia a dia. O que mais chama atenção, porém, é o fato das medalhas serem feitas de material reciclável. Elas são constituídas de metal oriundo de dispositivos eletrônicos, como celulares, câmeras digitais e televisões.

Durante aproximadamente dois anos, foi realizada uma grande campanha para arrecadar os materiais, reunindo quase 79 mil toneladas de aparelhos eletrônicos. Com a meta atingida, o Comitê conseguiu a quantidade de metal necessário para a confecção de cerca de 5000 medalhas.

O evento de apresentação, intitulado “One Year to Go”, comemorou a data exata para o início dos Jogos, e também contou com a presença do primeiro ministro do Japão, Shinzo Abe, a governadora de Tóquio, Yuriko Koike, o presidente do Comitê Organizador Tóquio 2020, Yoshiro Mori, e o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach. Além disso, foram realizadas performances artísticas de instrumentos tradicionais japoneses.

Medalha de ouro nas Olimpíadas de 1976, em Montreal, Thomas Bach ainda relembrou os tempos de atleta da esgrima. O presidente do COI simulou uma luta contra um garoto.

Thomas Bach realizou uma simulação de esgrima com um estudante (Fotos: Divulgação)

Fonte: Yahoo!