A mesa do trabalho pode esconder mais bactérias do que você imagina

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Você tem o hábito de comer ou levar as mãos à boca quando está sentado à mesa no trabalho? Cuidado: esse pode ser um dos ambientes mais contaminados do seu dia a dia.

Segundo uma pesquisa da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, o ambiente de trabalho pode ter até 400 vezes mais bactérias do que um banheiro. Isso acontece porque os banheiros costumam ser limpos com mais frequência e mais cuidadosamente do que as mesas e objetos de trabalho, como o computador e o telefone.

O fato de comer em cima destes objetos agrava ainda mais a situação, pois os alimentos impulsionam ainda mais a reprodução de germes e bactérias no local. Resíduos de cosméticos também potencializam o desenvolvimento destes microorganismos.

Outra questão que explica o grande número de bactérias na mesa de trabalho são os hábitos pouco higiênicos das pessoas. Depois de sair à rua, pegar transporte público e usar as mãos para cobrir tosses e espirros, por exemplo, é fundamental lavá-las para não espalhar os micróbios por todo lado.

Na Universidade de San Diego, os pesquisadores descobriram um dado ainda mais alarmante: é possível que existam até 500 tipos de bactérias em uma única mesa de trabalho.

Segundo declaração do cientista Charles Gerba, líder da pesquisa na Universidade do Arizona, em entrevista ao site “You Beauty”, uma solução pode ser incluir o desinfetante para mãos (ou álcool gel) na rotina. Ele afirma que, aplicando o produto, é possível reduzir 25% das bactérias.

Fonte: Yahoo Mulher

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes