27 de maio, 2024

Últimas:

Plataforma de aluguel social, Alpop investe em IA

Anúncios

Com cerca de 28% das famílias brasileiras em situação de inadimplência, parte da população enfrenta uma série de entraves na hora de financiar a casa própria, contratar empréstimos e acessar serviços financeiros. Alugar um imóvel também está entre os desafios.  Com o “nome sujo”, sem comprovação de renda ou fiador, o tão sonhado imóvel alugado fica cada vez mais distante. 

Foi pensando nessas pessoas, e com base em Inteligência Artificial, que surgiu a Alpop, plataforma de recursos digitais que, mediante análise de risco de crédito, permite a inclusão de clientes sem fiador, comprovação de renda e até mesmo negativados no mercado formal de locação de imóveis. Usando a tecnologia em benefício da população, a fintech busca simplificar o processo para quem procura um imóvel e dar garantias aos proprietários. 

Anúncios

Para potencializar sua operação – que desde 2017 transacionou R$ 85 milhões em aluguéis, e para os próximos 30 meses, já tem R$ 105 milhões contratados – a Alpop buscava aperfeiçoar seus modelos de risco e uma plataforma que permitisse a construção de estratégias, integrações e modelos estatísticos rapidamente. Com esse objetivo, a startup implementou a solução da Provenir, especializada em tecnologia para tomada de decisão com Inteligência Artificial no setor financeiro e que processa mais de 4 bilhões de transações anualmente em todo o mundo. 

“Escolhemos o motor de decisão da Provenir para ampliar a geração de negócios e o impacto social positivo no mercado imobiliário promovido pela facilitação do aluguel a pessoas com menor renda”, afirma Caio Belazzi, CEO da Alpop. 

Anúncios

Até então, a empresa baseava suas decisões em dados tradicionais, como pagamento de contas, dívidas em aberto e nome negativado, por exemplo. Após implementar a solução da Provenir, a plataforma agora agrega dados alternativos em suas análises, considerando informações que vão além da pontuação de crédito tradicional (score) gerada pelos bureaus de crédito. Presença em redes sociais e na web, informações de viagens, aluguel e serviços públicos, open banking, fluxo de caixa/dados financeiros, registros públicos (educação, licenças profissionais, estabilidade de endereço, etc.) são apenas alguns exemplos.

Na visão de Patrícia Matheus, Head de Vendas da Provenir no Brasil, a parceria com a Alpop reforça o papel da tecnologia para a potencialização dos negócios dos provedores de serviços financeiros e os benefícios para a vida dos usuários. 

“Por meio de nossas soluções orientadas por dados, os provedores de serviços financeiros conseguem uma maior visibilidade sobre seus clientes, aumentando assim a capacidade de atendimento e a agilidade para lidar com mudanças do perfil de seu público-alvo, ao mesmo tempo em que controla seus fatores de risco”, afirma a executiva. 

“Tomar decisões certas no momento certo, principalmente em um mundo onde tudo acontece rapidamente, requer ferramentas de tomada de decisão imediata que permitam controlar a operação e a tomada de decisão automatizada em tempo real”, finaliza. 

Talvez te interesse

Últimas

O governo estuda, de forma inédita, permitir a participação do BESS no próximo Leilão de Reserva de Capacidade...

Categorias