24 de junho, 2024

Últimas:

Alta do e-commerce chama atenção para o mercado digital

Alta do e-commerce chama atenção para o mercado digital

Anúncios

Atualmente é possível encontrar, nas redes sociais, pequenos empreendedores usando seus perfis para desapegar de seus bens, até grandes varejistas que se destacam implantando centros de compras em sites. Nesses e-commerces é possível comprar desde objetos simples, como alugar apartamentos em qualquer lugar do mundo. De acordo com um levantamento anual, realizado pela NielsenIEbit e divulgado pelo portal E-commerce Brasil, em 2022 o comércio eletrônico no país faturou R$ 262 bilhões, indicando um aumento de 1,6% em relação ao ano anterior.

O período de isolamento social, vivenciado durante a pandemia de covid-19, mudou significativamente a jornada de compra e também impulsionou as vendas online. Um estudo, realizado pela plataforma Gente Globo, constatou que o celular foi o meio que mais impulsionou o crescimento do digital: 66% das pessoas realizaram compras com o aparelho através de aplicativos.

Anúncios

Para Ursula Anton de Campos, especialista em Gerenciamento de Projetos, o cenário revela que operar no e-commerce exige a elaboração de projetos com estratégia clara e bem definida para que seja possível crescer no segmento. “A excelência de um projeto no e-commerce abrange a visão holística do contexto em que o empreendedor está inserido, abarcando os riscos, seu talento motivacional, seus objetivos e a satisfação dos seus clientes”, completa.

A especialista elenca, ainda, 4 fatores fundamentais para para obter bons resultados com as vendas digitais:

Anúncios

  1. Saber oferecer o produto de maneira atrativa;
  2. Se especializar em identificar e atender demandas específicas de mercado;
  3. Análise de risco e empreendedorismo como fator de motivação para cumprimento de objetivos;
  4. Excelência na produção de marketing digital para construir audiência;

 

 Riscos que acompanham o setor

O e-commerce pode ter diversos benefícios, tanto para os consumidores quanto para as empresas, que utilizam a plataforma digital para venda de seus produtos e serviços, Entre essas facilidades, estão a comparação de preços e qualidade, disponibilidade de entrega e diversidade de oferta e demanda.

No entanto, de acordo com Úrsula, esse setor também possui alguns riscos que precisam ser abordados como, por exemplo, vulnerabilidade do sistema, que pode causar roubo de senhas de cartões e dados bancários; erro na entrega dos itens, como tamanho e cor; atrasos e danos relacionados a problemas técnicos.

“É preciso estar sempre em busca de novas tecnologias para que o consumidor se sinta seguro naquele ambiente virtual. Aqueles que souberem aproveitar as vantagens do e-commerce estarão preparados para prosperar no mercado atual e futuro”, afirma a especialista.

 

 

 

 

Talvez te interesse

Últimas

Um dos títulos traz informações para quem atua na direção de negócios e o outro aborda o impacto da gestão...

Categorias